Google+


Covid-19: Blumenau amplia a vacinação bivalente a partir desta quarta-feira, 1º
O próximo grupo que será vacinado é o dos imunocomprometidos. Para os indígenas, uma equipe volante fará a aplicação do imunizante

Foto: Marcelo Martins
Dois dias após iniciar a vacinação bivalente em idosos acima de 70 anos e moradores das instituições de longa permanência, a Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus), amplia a vacinação para pessoas imunocomprometidas a partir desta quarta-feira, dia 1º de março. A aplicação ficará concentrada nos sete Ambulatórios Gerais da Família (AGFs) do município e ocorrerá das 8h às 21h, sem necessidade de agendamento. Para receber o imunizante, a pessoa imunocomprometida precisa apresentar qualquer documento que comprove a imunossupressão, como, por exemplo, receita de medicamento, laudo de exame ou declaração médica. Já, a aplicação da vacina bivalente nos indígenas será realizada por uma equipe volante. 
 
A ampliação considerou a Nota Técnica Nº 0004/2023 - GEDIM/DIVE/SUV/SES, que orienta o escalonamento dos grupos prioritários. A distribuição das vacinas segue a orientação do Ministério da Saúde (MS). 
 
O prefeito, Mário Hildebrandt, diz que o objetivo, como sempre, é priorizar vidas e, para isso, é preciso garantir o maior número possível de pessoas imunizadas. “Por isso, seguiremos o novo cronograma de escalonamento dos grupos prioritários, considerados de maior risco pelo MS”, explica Hildebrandt. 
 
Marcelo Lanzarin, secretário de promoção da saúde, ressalta que, para receber o novo imunizante, a pessoa deve ter tomado ao menos duas doses da vacina monovalente e ter, no mínimo, quatro meses de intervalo entre as aplicações.
 
Definição de imunocomprometidos
• Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea;
• Pessoas vivendo com HIV (PVHIV);
• Pessoas com doenças inflamatórias imunomediadas em atividade e um uso de corticóides em doses maiores ou iguais a 20mg/dia de prednisona, ou equivalente, por um período igual ou superior a 14 dias. Crianças com doses de prednisona equivalentes a mais de 2mg/kg/dia por mais de 14 dias até 10 kg;
• Pessoas em uso de imunossupressores e/ou imunobiológicos que levam à imunossupressão;
• Pessoas com erros inatos da imunidade (imunodeficiências primárias);
• Pessoas com doença renal crônica em hemodiálise;
• Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses;
• Pessoas com neoplasias hematológicas.
 
Assessora de comunicação: Elaine Malheiros


postada em 28/02/2023 16:11 - 1630 visualizações



Fotos
  • Foto: Marcelo Martins