Google+


MAB abre as portas para Coletivo Odradekianas
Temporada de Exposições apresenta projeto contemplado no Fundo Municipal de Apoio à Cultura.

A 3ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB) será lançada em clima festivo na noite de quinta-feira, 7 de julho, na Fundação Cultural. A Exposição Odradekianas, do coletivo com mesmo nome, é uma das atrações da temporada e estará esperando os visitantes na Sala Alberto Luz. Os projetos foram aprovados pelo Fundo Municipal de Apoio à Cultura (FMAC).

O Coletivo Odradekianas é formado pelas artistas Ilka Barcellos, Maria Carmen von Linsingen, Rosana Bortolin e Sara Ramos. O projeto da exposição foi contemplado pelo FMAC. As artistas participam da "conversa com os artistas". Na ocasião, serão distribuídos catálogos e folders referentes à mostra. Outra novidade será a exibição do curta-documentário, inédito e homônimo, produzido a partir de entrevistas com as artistas em seus espaços de trabalho

Odradek é o título de um conto e também o nome do protagonista descrito por Kafka como uma criatura cuja forma é difícil de reconhecer, possui domicílio incerto, apresenta grande mobilidade e não se deixa capturar. Trata-se de um ser impossível, uma invenção que ultrapassa a mais palpável das realidades e segundo seu autor um ser inexistente que sobrevive ao existente.

Segundo a curadora da exposição, a professora de História da Arte Rosângela Cherem, as artistas que comparecem nesta exposição não esculpem nem fundem, mas operam por meio de gestos relacionados ao ato de modelar, apalpar, amassar, torcer. “Por meio de procedimentos que desconhecem a ordem e a classificação, conseguem articular os reinos animal e vegetal, as naturezas orgânica e artificial, os limites entre provável e possível, previsível e impremeditável”, salienta. “O resultado consiste na criação de formas autônomas e em constante metamorfose, coisas díspares e súbitas que aproximam e validam heteróclitos que se tornam compostos de familiaridades e estranhezas.”

 

As artistas

Ilca Barcelos (Pelotas/RS): ao permitir que a matéria vá indicando a forma, seres híbridos são engendrados como seres-objetos que se multiplicam e espalham pelas paredes e chão, remetendo às formas onde não há hierarquia nem precedência, sendo que as criaturas parecem contestar a própria ontologia.

 

Maria Carmen von Linsingen (Florianópolis/SC): os feltros são um desdobramento do trabalho da tecelã que acaba por criar novas formas, nas quais os compósitos vegetais e as pedras preciosas engendram uma natureza outra, nem vivente e nem mineral, mas criações oriundas de um jardim das delícias em que a cartela singular de cores nada mais faz do que lançar o fascínio e o desejo de reconhecer aquilo que medrou apenas na manhã adâmica.

 

Rosana Bortolin (Passo Fundo/RS): as formas rugosas que perturbam a solidez do corpo e interrogam a matéria orgânica apresentam uma espécie de provocação ou ironia demolidora, sendo que os orifícios e entranhas remetem ao mistério da criação e assinalam a perturbadora proximidade entre os mais diferentes seres vivos e a natureza mineral comum a todos.

 

Sara Ramos (Florianópolis/SC): ao lutar com a matéria para fazer dela outra coisa, cria seres totêmicos em proporção quase humana, onde o lúdico e o decorativo surgem com leveza e bom humor, mas também comparecem pequenos seres alheios ao olhar do outro, presos em seu isolamento. Assim, considerando estas duas possibilidades, o que se destaca é uma espécie de espelho sutil da própria complexidade humana, quer em situação de disfarce tribal, quer em cena de solidão contemporânea.

 

Serviço:

Abertura da 3ª Temporada de Exposições no MAB

Quando: quinta-feira, dia 7 de julho

Horários:

19h: conversa com os artistas

20h: abertura da exposições, lançamento de livro, declamação de poemas pela Sociedade Escritores Blumenau (SEB) e Academia de Letras Blumenauense. Apresentações do Grupo Barbotina e da Banda Municipal de Blumenau

Outras atrações: obras de Karina Zen (Florianópolis); Luccubus (Ribeirão Preto); e Coletivo [R] existência, composto por Audrian Cassanelli, Juliana Povola, Marilia Hermes e Rafael Silva (Chapecó)

Visitas: até 21 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 16h

Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone (47) 3381-6176

Entrada franca

 

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello



postada em 30/06/2016 17:51 - 2565 visualizações



Fotos
  • Foto: Ilca Barcellos / Divulgação
  • Foto: Rosana Bortolin / Divulgação
  • Foto: Sara Ramos / Divulgação
  • Foto: Ilca Barcellos / Divulgação
  • Foto: Rosana Bortolin / Divulgação
  • Foto: Sara Ramos / Divulgação
  • Foto: Maria Carmen von Linsingen / Divulgação