Bairro Victor Konder - Prefeitura de Blumenau Google+


Bairro Victor Konder

Foi criado pela Lei nº. 717, de 28 de abril de 1956, em homenagem a Victor Konder, que foi presidente da Câmara Municipal de Blumenau, secretário da Fazenda do Estado de Santa Catarina e Ministro de Estado dos Negócios de Viação e Obras Públicas. Em 8 de abril de 1939 é denominada de rua Victor Konder uma estrada aberta na chácara onde residia.

Pelo Decreto Lei n°. 68, de 18 de agosto de 1942, são alterados os nomes dos seguintes becos existentes no bairro Victor Konder:

- Beco Otto Stutzer para rua Indaial;
- Beco Rabe para rua Timbó;
- Beco Machado para rua Gaspar;
- Beco Meyer para rua Camboriú.

A abertura da rua São Paulo data de 1860, sendo oficializada sua denominação em 16 de abril de 1919. Seu primeiro calçamento foi concluído em 1950.

A “Marmoraria e Funerária Hass” iniciou sua atividade em 1918 e beneficiou o arenito de Nova Bremem (atual município de Presidente Getúlio). Na década de 1930, beneficiava mármores e granitos, passando nos anos 1960 a montar túmulos. Em 1967, direcionou seus serviços para o setor funerário.

Em 1923 foi fundada a Fábrica de Chapéus Nelsa S/A, na rua São Paulo (proximidades do Senai). No prédio, após a desativação da Fábrica de Chapéus, foi fundado o Jornal de Santa Catarina, por Luís de Freitas Melro, cuja circulação iniciou em 22 de setembro de 1971. Em setembro de 1992, o jornal foi comprada pela RBS TV e, em seu 23° aniversário, passou a circular com impressão colorida.

A ponte da rua Paraíba, sobre o ribeirão da Velha, foi construída em 1925. 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) foi fundado em 14 de novembro de 1945, aproveitando as instalações das indústrias. No ano de 1955 se concluiu a construção da Escola na rua São Paulo, tendo seu funcionamento no ano seguinte. Atualmente ministra 325 cursos por ano.


Links Relacionados
Perfil Completo do Victor Konder
Mapa do Victor Konder (Formato de impressão: A3)