Google+


Paratleta de Blumenau atinge índice para competição mundial na França
Competições do fim de semana trouxeram recordes brasileiros, índice para mundial e um segundo melhor tempo mundial para o município

Neste fim de semana alguns Paratletas de Blumenau conquistaram recordes na 2ª Fase Loterias Caixa de Atletismo, uma competição de nível nacional. O município foi destaque com dois recordes brasileiros, um no arremesso de peso e outro no lançamento de club. Além disso, a cidade alcançou um índice para a competição mundial que acontecerá em junho, na França, e um melhor tempo mundial.

Confira abaixo os resultados de Blumenau na competição que aconteceu entre os dias 5 e 7 de maio, em São Paulo:

- 1° lugar - RECORDE BRASILEIRO - no arremesso de peso pela paratleta Suzana Nahirnei - que compete na classe F46 para amputados ou pessoas com deficiência nos membros superiores - e atingiu a marca dos 11,05 metros.

- 1° lugar - RECORDE BRASILEIRO - no lançamento de club pelo paratleta Wesley Henrique Ouríques - que compete na classe F51 para pessoas em cadeiras de rodas (sequelas de poliomielite, lesões medulares) - e atingiu a marca dos 22,23 metros.

- 1° lugar no 100 metros pelo paratleta José Alexandre Martins da Costa - que compete na classe T-47 para pessoas com deficiência nos membros superiores - e atingiu 10'83. Além disso, o paratleta ficou com o segundo melhor tempo do mundo.

- 1° lugar no lançamento de disco pela paratleta Dayane Paes Muniz - que compete na classe F57 para pessoas em cadeiras de rodas - e atingiu 24,52 metros.

- 2° lugar no arremesso de peso pela paratleta Maria Daniela Aparecida da Luz Morlo - que compete na classe F20 para pessoas com deficiências intelectuais - e atingiu 10,28 metros.

 

"No ano passado planejamentos que 2023 seria o ano em que alcançaremos pelo menos uma marca para colocar Blumenau no cenário mundial do paratletismo e esse objetivo foi alcançado com sucesso. Suzana atingiu o índice A no arremesso de peso e praticamente carimbou o passaporte para o mundial de Paris. Com a segunda melhor marca, José também pode gerar uma convocação futura por rankin" explica Andressa Kruger, técnica que acompanhou a equipe.

O Programa Paradesporto Blumenau também saiu da competição com um troféu para Felipe Lucio Mendes, professor dos paratletas, que recebeu a 4ª colocação como melhor treinador da competição.

"Com esses resultados e o reconhecimento do nosso professor, aumentamos a confiança para dar continuidade ao trabalho. Além dos recordes, os demais atletas realizaram suas melhores marcas gerais ou da temporada. Todos confirmando o trabalho exercido pelo Programa Paradesporto de Blumenau que conta com o apoio da Prefeitura de Blumenau e de patrocinadores e apoiadores" finaliza Giselle Chirolli, secretária da Secretaria de Inclusão da Pessoa com Deficiência e Paradesporto (Seidep).

 

Assessoria de Comunicação: Eduarda Loregian



postada em 08/05/2023 10:42 - 764 visualizações



Fotos
  • Foto: CPB
  • Foto: CPB
  • Foto: CPB
  • Foto: CPB
  • Foto: CPB
  • Foto: CPB
  • Foto: CPB
  • Foto: CPB