Google+


Prefeitura abre Central de Referência para Casos Suspeitos do Coronavírus
Atendimento será no ginásio da Pró-Família e na Policlínica Lindolf Bell, das 7h às 19h.

Na próxima segunda-feira, dia 23, a Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria Municipal de Promoção da Saúde (Semus), vai dar início aos atendimentos na Central de Referência para Atendimento aos Casos Suspeitos do Coronavírus. As estruturas foram organizadas no ginásio da Pró-Família e na Policlínica Lindolf Bell. Os atendimentos serão realizados das 7h às 19h, o que pode ser alterado conforme demanda e necessidade.

Na Policlínica, o Centro de Referência será instalado no primeiro andar, onde funciona a pediatria, e no ginásio da Pró-Familia, tendas do 23º Batalhão de Infantaria serão instaladas, servindo como consultórios. As equipes serão compostas por profissionais da saúde como técnicos em enfermagem, enfermeiros, farmacêuticos e médicos.

Pessoas com sintomas gripais como febre, mal-estar, coriza, tosse ou congestão nasal poderão se dirigir até o local. Em casos com esses sintomas, aliados a dificuldade de respirar, a orientação é para que as pessoas procurem um pronto-socorro.

Para evitar, ao máximo, a circulação de pessoas nos locais, a Semus orienta que as pessoas não levem acompanhantes para os dois espaços. Os profissionais de saúde pedem ainda que evitem conversar para não espalhar gotículas e evitar a circulação de doenças. A qualquer momento as pessoas poderão higienizar as mãos com água e sabão e estarão disponíveis dispensers com álcool gel. Também é recomendável que cada um tenha em mãos garrafas de água para beber, pois os bebedouros não serão disponibilizados, por questões sanitárias.

 

O atendimento

Quando as pessoas com suspeita de coronavírus chegarem aos locais, receberão uma senha e serão recepcionadas em um espaço aberto, onde devem aguardar com distanciamento mínimo de segurança. No momento do cadastro deverão apresentar documento com foto, para posteriormente passarem por uma triagem onde serão avaliados os sinais vitais.

Na sequência, aguardarão sentadas com distância de segurança mínima para depois serem avaliadas pelos médicos. Ao final da consulta, havendo a necessidade de medicação, será fornecida no local. Em casos de internação, o médico fará o encaminhamento os hospitais. Ambulâncias também estarão disponíveis caso seja necessário o transporte de pacientes.



postada em 21/03/2020 11:07 - 2564 visualizações



Fotos
  • Foto: Divulgação