Google+


Evento em Blumenau marca Julho Amarelo de Combate às Hepatites
Testes rápidos e orientações serão oferecidos de quinta a sábado, dias 25 a 27.

Na próxima semana a equipe do Serviço de Referência em Hepatites Virais, da Secretaria de Promoção da Saúde, estará realizando gratuitamente testes de hepatite B e C, além de HIV e sífilis, no espaço NK Hall do Shopping Neumarkt, no Centro de Blumenau. A ação é uma parceria com o Rotary Blumenau e Blumenau Açú, e com o Grupo Almeida Júnior, e marca o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais, celebrado em 28 de julho.

Entre a quinta-feira, dia 25, e o sábado, dia 27, das 14h às 20h, estarão à disposição da população os testes rápidos e também orientações de prevenção e tratamento das doenças. Os profissionais do Centro Especializado em Diagnóstico, Assistência e Prevenção (Cedap) participam da ação na quinta e sexta-feira.

Os testes rápidos podem ser feitos em qualquer unidade de saúde do município e o resultado fica pronto em até 30 minutos. Com o diagnóstico confirmado em mãos, o paciente é encaminhado para orientações e tratamento. Em Blumenau o tipo C é o de maior incidência, principalmente entre homens de 35 a 49 anos, a hepatite tem cinco tipos de vírus: A, B, C, D e E.

A médica do Cedap, Fernanda de Augustinho, explica que as melhores formas de prevenção das hepatites passam pelo uso de preservativo nas relações sexuais, e pelo não compartilhamento de materiais cortantes que ocasionem lesões que possibilitem contato com o sangue.

Julho Amarelo
Julho é considerado pelo Ministério da Saúde (MS) o mês amarelo de combate às hepatites virais, e dia 28 é o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, de conscientização em relação à doença. O diagnóstico é realizado por testagem rápida nas unidades de saúde do município, e quando confirmados os pacientes são encaminhados ao Cedap, onde está o Serviço de Referência em Hepatites Virais.

No local, o paciente tem garantidos o diagnóstico e o tratamento clínico com atendimento multidisciplinar de enfermagem, psicólogo, assistente social, farmácia e médico, além do encaminhamento dos processos para solicitação e dispensa de medicação de alto custo. Nos últimos três anos, os casos de hepatites aumentaram em Blumenau. Em 2016 foram 88, 91 em 2017 e no ano passado chegaram em 109 registros de hepatites virais.

Assessora de Comunicação: Marília Prado



postada em 19/07/2019 15:56 - 575 visualizações



Fotos