Google+


Deficientes e cães-guia vão fazer treinamento no transporte coletivo
Treinamento inicia nesta segunda-feira com duração de duas semanas

Nesta segunda-feira, dia 30, dois deficientes visuais de Blumenau, acompanhados por dois cães-guia, vão passar por um treinamento dentro dos ônibus do transporte coletivo. Serão duas semanas de ensaios acompanhados por técnicos do Instituto Federal Catarinense de Camboriú. A ação, que vai contar com a participação de fiscais do Seterb durante todo o período, faz parte de um trabalho do próprio instituto que de forma gratuita treina cães-guia para deficientes no Estado. Segundo o responsável pelo Bem Estar Animal, Eliomar Russi, que está acompanhando de perto todo o trabalho, ainda estão sendo definidos os trajetos e horários do treinamento. 

Adaptação
O passeio com os cães-guia no interior dos ônibus durante as viagens em Blumenau é a segunda etapa do treinamento com os dois deficientes, que há três semanas estavam em Camboriú no instituto em companhia dos dois cães-guia. A proposta do instituto é concluir os trabalhos em Blumenau e fazer a entrega e posse dos cães aos dois blumenauenses. Segundo Eliomar, o treinamento nos ônibus em circulação é a conclusão de um trabalho de adaptação. “Primeiro eles ficaram com os cães no instituo. Agora é o contrário. Eles ficam com os futuros donos em Blumenau e se adaptando à residência onde vão morar definitivamente”, explica.

Segundo Eliomar, a lei federal 11.126 de julho de 2005 garante à pessoa portadora de deficiência visual de cão-guia o direito de ingressar e permanecer com o animal nos veículos e nos estabelecimentos públicos e privados de uso coletivo. Em setembro de 2006, o decreto 5.904 do Governo Federal também priorizou novamente os direitos dos deficientes, que ganharam o direito de usar o transporte público acompanhados pelos cães-guia. A pena pelo descumprimento da lei poderá levar à multa no valor de R$ 1.000,00 a R$ 30.000,00.

Desde 2010, o Instituto Federal Catarinense mantém em funcionamento o Centro de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-guia. Com apoio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC/MEC) e da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD/SDH) tem como objetivo o aumento do número de cães-guia no país. Através deste trabalho, o instituo integra uma das ações do Plano Nacional para as pessoas com deficiência pelo programa “Viver sem limite” do Governo Federal.

 

Assessor de Comunicação: Joni César 



postada em 30/03/2015 08:42 - 1663 visualizações



Fotos