Google+


Falta de repasse do governo federal afeta execução de obras em Blumenau
Ponte no Garcia, Marginais da Via Expressa e pavimentação da Rua Saxônia estão entre projetos que aguardam recurso.

Desde o início do ano a Prefeitura busca, junto ao governo federal, a liberação de recursos que contemplam três contratos vigentes para a execução de importantes obras no município. Os valores seriam destinados à construção de uma Ponte no Garcia, à continuidade das obras nas Marginais da Via Expressa e à pavimentação de uma via na Vila Itoupava.

Além das várias visitas realizadas pelo prefeito Mário Hildebrandt em Brasília, o município também buscou apoio juntos a diversos parlamentares catarinenses para auxiliar nas tratativas. Apesar disso, após dez meses de tentativas, os recursos seguem sem liberação e as obras paralisadas.

“Assim como aconteceu na Educação, tivemos o contingenciamento de recursos para a infraestrutura. Os valores já estavam previstos dentro do orçamento, com projetos encaminhados e aprovados pelos municípios. Agora, seguimos na tentativa de liberar esses valores que farão toda a diferença para obras em nossa cidade”, explica Hildebrandt.

Confira os contratos afetados
O contrato mais significativo, em termos de valores, junto ao governo federal é o enquadrado no Orçamento Geral da União (OGU) e que contempla investimentos de R$ 17,8 milhões. O contrato nº 842262/2016 prevê a construção da Ponte na Rua Maria Cavilha, no Distrito do Garcia, entre outras obras previstas para a Região Sul.

Em compasso de espera também está o contrato número nº 825303/2015, que viabilizaria as obras nas Marginais da Via Expressa, com investimentos previstos de R$ 1,4 milhão. Os trabalhos já tiveram 50% dos seus serviços executados e agora aguardam a liberação dos recursos para sua continuidade. Já na Rua Saxônia, no Distrito Vila Itoupava, as obras nem chegaram a iniciar. O contrato nº 840665/2016, que prevê R$ 1 milhão para a pavimentação asfáltica da via segue bloqueado e sem expectativa de liberação.

Assessor de Comunicação: Fernando Gonzaga



postada em 29/10/2019 13:58 - 275 visualizações