Google+


Blumenau ocupa 10ª posição no Ranking de Competitividade dos Municípios
Edição de 2022 analisou os 415 municípios brasileiros com mais de 80 mil habitantes.

Foto: Marcelo Martins

Blumenau ocupa o 10º lugar no Ranking de Competitividade dos Municípios de 2022. O levantamento, realizado pela Central de Liderança Pública há três anos, avaliou 415 municípios com mais de 80 mil habitantes a partir de 65 indicadores agrupados nos quesitos instituições, sociedade e economia.

O estudo considerou como pontos fortes de Blumenau fatores como acesso à saúde, qualidade da saúde, inovação e dinamismo econômico, inserção econômica, funcionamento da máquina pública, meio ambiente e segurança. “Este é mais um reflexo do trabalho que temos feito na administração municipal para levar ainda mais serviços eficientes e qualidade de vida à população. Ficamos felizes, pois nos confirma que estamos no caminho certo”, afirma o prefeito Mário Hildebrandt.

O secretário de Gestão Governamental Paulo Costa, exemplifica algumas ações implementadas pelo município que contribuíram para a elevação da nota de Blumenau no ranking. “O programa Juro Zero e a regulamentação de MEIs, por exemplo, refletem diretamente no aumento de empregos formais e da renda média do trabalho formal, apontados pelos relatórios do ranking. Na saúde, a inovação e acessibilidade geradas pelo Pronto são fatores que se refletem nos atendimentos à população e na melhoria dos índices analisados, assim como o fato de que investimos 30% do nosso orçamento só para essa área. Também ampliamos nossos investimentos de modo geral e melhoramos nossa capacidade de pagamentos, o que se refletiu na avaliação da nossa sustentabilidade fiscal”, explica.

Comparando-se com o resultado geral de 2021, Blumenau subiu oito posições. Dentre os municípios da região sul, Blumenau ocupou o 4º lugar, atrás apenas das capitais Florianópolis, Porto Alegre e Curitiba.

Assessora de Comunicação: Aline Franzoi Santos Fleith



postada em 27/09/2022 10:19 - 436 visualizações



Fotos
  • Foto: Marcelo Martins