Google+


Semudes inicia acolhimentos coletivos sobre aluguel social
As famílias encaminhadas pelos Cras e Creas podem esclarecer suas dúvidas sobre o subsídio da Política de Habitação.

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Semudes) iniciou nesta segunda e terça-feira, dias 23 e 24, os acolhimentos coletivos mensais sobre aluguel social. Cerca de 60 famílias participaram dos dois encontros com a equipe técnica da Diretoria de Habitação.

Os acolhimentos coletivos tem o objetivo de conversar com as famílias sobre a importância do subsídio aluguel social e esclarecer as dúvidas. A partir do encontro são agendados atendimentos individuais com cada família. Mensalmente a Semudes irá realizar os acolhimentos coletivos com as novas famílias encaminhadas pelos serviços.

"Esses momentos são importantes para que haja o estreitamento de vínculo do usuário e equipe técnica, além de possibilitar maior esclarecimento sobre o aluguel social e seus critérios de acesso às famílias que solicitam este recurso", explica a Secretária de Desenvolvimento Social Patricia Morastoni Sasse.

O aluguel social é um subsídio da Política de Habitação que visa garantir a qualidade de vida nas locações e dar um suporte para a família no momento através de um subsídio temporário. Atualmente, cerca de 150 famílias estão sendo beneficiadas com o subsídio. Para acessar o aluguel social, as famílias que estão em vulnerabilidade social devem ser encaminhadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

A Diretoria de Habitação atua com uma equipe multidisciplinar composta por assistente social e engenheiro civil. Eles avaliam a segurança e qualidade na condição habitacional de cada família.

 

Assessora de Comunicação: Anna Clara Uliano



postada em 25/01/2023 15:10 - 230 visualizações



Fotos