Google+


Cras realizam mais de 43 mil atendimentos ao longo do ano
Foram mais de 5 mil atendimentos pelo Paif e 3 mil visitas domiciliares.

Foto: Michele Lamin

A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semudes), realizou mais de 43 mil atendimentos, de janeiro a novembro de 2017, nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). As sete unidades espalhadas pela cidade têm o objetivo de potencializar os vínculos familiares e sociais, por meio da promoção do protagonismo de seus membros e da oferta de um conjunto de serviços locais que visam à convivência e à socialização, bem como à promoção do acesso ao mercado de trabalho.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, Oscar Casico Grotmann, os Cras são a porta de entrada para a política de Assistência Social. “É um trabalho de intervenção e mudança na realidade de vida de muitas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade. Esse é o espaço de acesso das famílias às políticas públicas”.

Casico ressalta que foram mais de 5 mil atendimentos pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e 3 mil visitas domiciliares. O secretário também destaca os projetos desenvolvidos em parceria com 11 entidades conveniadas por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), que incluem encontros para ações socioeducativas e oficinas.

Entre o acompanhamento e benefícios, são aproximadamente 10,5 mil famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Foram mais de 400 benefícios de natalidade e 1 mil de renda cidadã. Cerca de 3,5 mil famílias acessam o Bolsa Família mensalmente, representando uma cobertura de 88,5% das famílias pobres. Em relação à segurança alimentar, foram distribuídos mais de 61 mil quilos de alimentos para organizações por meio do Banco de Alimentos.

Cerca de 700 idosos e 1.450 pessoas com deficiência também acessam o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é a garantia de um salário mínimo mensal às pessoas nessas condições e com renda per capita do grupo familiar que seja menor que 1/4 do salário mínimo vigente.

Assessor de comunicação: Filipe Rosenbrock



postada em 28/12/2017 08:21 - 348 visualizações



Fotos
  • Foto: Michele Lamin