Google+


Prefeitura determina primeiras ações de resposta ao temporal desta quinta
Nas próximas horas será feito um levantamento de todos os prejuízos causados pelo temporal que caiu sobre Blumenau.

Na manhã desta sexta-feira, dia 18, o prefeito Mário Hildebrandt se reuniu com secretários municipais, em seu gabinete, para definir as ações de resposta da Prefeitura de Blumenau aos estragos causados pelo temporal desta quinta-feira, dia 17. Estiveram presentes no encontro os responsáveis pelas Secretarias de Defesa do Cidadão, Infraestrutura Urbana, Conservação e Manutenção Urbana, Desenvolvimento Social, Promoção da Saúde e Educação, além do Samae, Seterb, Faema, Procuradoria-Geral do Município e Intendências da Vila Itoupava e do Garcia.

Na ocasião, o chefe do Executivo determinou que nas próximas horas as pastas enviem relatórios dos prejuízos registrados no município. As informações encaminhadas vão subsidiar a tomada de decisão a respeito da decretação ou não de estado de emergência na cidade. Inicialmente, a Prefeitura atuará na desobstrução e limpeza de vias atingidas, a fim de garantir a trafegabilidade em todas as regiões.

A Defesa Civil de Blumenau registrou um total de 105 ocorrências, nenhuma delas com vítimas fatais. Houve 34 deslizamentos, 44 análises de risco e oito alagamentos, sendo a região Norte a mais afetada pelas águas. Duas famílias que vivem no bairro Velha Grande ficaram desalojadas e receberão atendimento no Cras da Velha ao longo desta sexta-feira. Elas foram acolhidas por outros familiares. Além disso, a Defesa Civil orientou nove famílias a deixarem suas residências em virtude da existência de risco de deslizamento.

Todas as linhas do transporte coletivo municipal operam no momento. De acordo com o Seterb, em virtude ainda de obstruções em algumas vias, três linhas (112 – Botuverá, 408 – André Nicoletti e 505 – Itapuí) funcionam com algum tipo de adequação.

“Em caso de novas chuvas e possíveis ocorrências, a população deve entrar em contato imediatamente com a nossa Defesa Civil, pelo telefone 199. Também pedimos que os cidadãos fiquem atentos às informações divulgadas pelo AlertaBlu e pelos canais oficiais de comunicação da Prefeitura, evitando assim a propagação de notícias falsas que podem gerar desnecessariamente pânico”, ressaltou o prefeito Mário Hildebrandt.

Unidades de ensino
A secretária de Educação, Patrícia Lueders, está visitando as unidades de ensino da cidade para verificar a situação. De acordo com um relatório preliminar, cinco unidades tiveram prejuízos. Na Escola Básica Municipal (EBM) Helena Winckler, no bairro Velha, uma árvore caiu em frente ao educandário e acabou arrebentando os fios de energia e telefone.

Na EBM Leoberto Leal, no Salto do Norte, foi registrado um destelhamento. Já nos Centros de Educação Infantil (CEIs) Paulo Freire, na Itoupava Central, e Maike Andresen Deeke, no Badenfurt, além da EBM Machado de Assis, houve alagamento.

A Prefeitura realiza ainda trabalhos de limpeza no Museu da Cerveja, que também foi atingido pelas chuvas na parte interna. Mesmo assim, não foi registrado nenhum dano ao acervo. A Secretaria de Promoção da Saúde alerta que o Ambulatório Geral (AG) do Centro estará com a sala de vacina fechada durante esta sexta-feira em função de goteiras no local. O funcionamento volta ao normal na segunda-feira, dia 21. 

Previsão do tempo
De acordo com levantamento do AlertaBlu, dias com altas temperaturas e possibilidade de chuvas devem se estender até o final de janeiro. Para esta sexta-feira, a previsão é de calor, devendo a temperatura oscilar entre 30°C e 32°C em função da presença e variação de nebulosidade na região. Com isso, não está descartada a possibilidade de pancadas de chuvas com trovoadas. O levantamento apontou ainda que, no sábado, dia 19, a temperatura deverá subir, chegando à marca dos 36°C, com forte risco de temporal no município.

Em virtude deste período de altas temperaturas, a Defesa Civil reitera as medidas de prevenção que podem ajudar a minimizar problemas com chuvas, como manter as calhas limpas, além de desobstruir as bocas de lobo que contribuem para o escoamento das águas. É necessário ainda que os cidadãos fiquem atentos à presença de rachaduras em seus terrenos e residências.

Assessor de comunicação: Felipe Elias



postada em 18/01/2019 11:51 - 434 visualizações



Fotos