Google+


Em parceria com órgãos de segurança, força-tarefa vai intensificar ações de fiscalização em Blumenau
Os trabalhos iniciam nesta sexta-feira, às 18h.

Foto: Michele Lamin

A Prefeitura de Blumenau vai reforçar as fiscalizações por meio da força-tarefa para coibir aglomerações em Blumenau. O objetivo é garantir que os estabelecimentos comerciais cumpram o regramento sanitário do Governo do Estado, referente ao nível Gravíssimo na Matriz de Risco. As ações vão ocorrer de domingo a quinta-feira, das 18h às 24h, e sextas e sábados, das 18h às 6h da manhã.

Os trabalhos continuam sendo coordenados pela Secretaria de Defesa Civil (Sedeci) e vão envolver equipes da Vigilância Sanitária, da Seterb, da Policia Militar, da Policia Civil e do Corpo de Bombeiros. Ao todo, mais 40 profissionais vão atuar em grupos que vão percorrer os bairros da cidade.

Para a vice-prefeita, Maria Regina de Souza Soar, o objetivo é garantir que os hospitais de Blumenau não fiquem lotados. “Neste momento Blumenau possui uma estrutura hospitalar que está servindo para atender pessoas de várias regiões do Estado. Precisamos garantir que nos próximos dias nossos hospitais não estejam em colapso”, afirma. A vice-prefeita ressalta ainda que pessoas com outras patologias que precisam ser internadas acabam sendo afetadas por conta da irresponsabilidade daqueles que promovem aglomerações.

O coordenador da força-tarefa, coronel Carlos Olimpio Menestrina, ressalta que o trabalho de orientação já foi feito. “Desde março do ano passado estamos orientando os estabelecimentos e infelizmente uma minoria não entendeu que é preciso união para superar essa pandemia. A orientação já foi dada e agora nós vamos fechar os estabelecimentos que promoverem aglomerações na cidade”, enfatiza.

Denúncias
Durante a operação, a população também poderá registrar denúncias relacionadas a casos de aglomeração em residências ou estabelecimentos, por meio do telefone 199, da Defesa Civil e 190 da Policia Militar.

Atuação da força-tarefa
Entre junho e dezembro do ano passado, as equipes fiscalizaram estabelecimentos e residências para o cumprimento das medidas restritivas na cidade. Naquele período foram feitos 3.121 atendimentos, sendo lavrados 129 autos de intimação e 143 estabelecimentos foram fechados após orientação. Também foram dispersas 330 aglomerações em locais públicos e privados. As equipes também restringiram o acesso das pessoas a praças e quadras públicas no município. Foram realizadas barreiras sanitárias educativas. Além disso, mais de 1,2 mil máscaras foram distribuídas.

Página com as medidas restritivas impostas pelo Governo do Estado.


Assessor de Comunicação: João Vitor Korc



postada em 19/02/2021 15:52 - 447 visualizações



Fotos
  • Foto: Michele Lamin
  • Foto: Michele Lamin