Google+


Prefeitura encaminha projeto de lei que reajusta piso de agentes de saúde e magistério
Objetivo é que o reajuste seja pago já na folha de janeiro

A Prefeitura de Blumenau, por meio das secretarias de Administração (Sedead), Educação (Semed) e Promoção da Saúde (Semus), encaminhará nos próximos dias o projeto de lei complementar para a atualização do piso vencimental do magistério, dos agentes comunitários de saúde e dos agentes de combate a endemias. A minuta foi assinada pelo prefeito Mário Hildebrandt nesta sexta-feira, dia 12.

A medida acompanha o reajuste nacional do salário mínimo, bem como do piso do magistério, publicados recentemente pelo governo federal. Para professores, educadores e coordenadores pedagógicos, o aumento será de 3,62%, com o piso vencimental passando de R$ 4.420,55 para R$ 4.580,57, para uma jornada de 40 horas semanais. Já para os agentes de saúde e de endemias, o valor passará de R$ 2.640,00, para R$ 2.824,00. “Nosso objetivo é que o reajuste seja contabilizado ainda na folha de janeiro, paga no início do próximo mês”, explica o prefeito.

Somadas as três categorias, o reajuste abrangerá mais de 3 mil servidores e resultará num impacto de aproximadamente R$ 600 mil ao mês na folha de pagamento do município, conforme dados da Secretaria de Administração. “Transformar e melhorar a educação e a saúde de Blumenau também passa por valorizar os profissionais que atuam nessas áreas, garantindo-lhes o salário em dia e atualizado. É com esse objetivo que seguimos trabalhando e adotando as medidas necessárias, sempre mantendo também o equilíbrio do caixa da Prefeitura”, completa Hildebrandt.

 

Assessora de Comunicação: Aline Franzoi Santos Fleith



postada em 12/01/2024 14:19 - 1105 visualizações



Fotos