Google+


Blumenau entre as 100 cidades com tratamento de esgoto no país
Dados foram divulgados pela instituição Trata Brasil.

Blumenau ocupa a lista dos 100 municípios do Brasil que possuem tratamento de esgoto. A divulgação foi feita pelo Instituto Trata Brasil no endereço https://www.tratabrasil.org.br/ranking-do-saneamento-4, que listou as cidades brasileiras que estão levando a sério a melhoria da qualidade de vida à população com o tratamento dos afluentes. De acordo com a instituição, metade dos investimentos de saneamento básico do país está nestes 100 municípios.

De acordo com o instituto Trata Brasil, as informações publicadas pelo Ministério das Cidades no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), ano base 2014, que o país ainda tem mais de 35 milhões de brasileiros sem acesso aos serviços de água tratada. Metade da população vive sem coleta de esgoto. Por isso, a divulgação dos 100 municípios pelo instituto, feito em parceria com a consultoria GO Associados, tem como objetivo acompanhar a situação do saneamento, além de incentivar e mobilizar a sociedade à busca de avanços mais significativos.

Ainda segundo dados informados pelo instituto, entre os 100 maiores municípios, 91 possuem mais de 80% da população com água tratada. 23 cidades informaram possuir 100% de atendimento total de água tratada. O indicador médio das cidades foi de 93,27%, indicando que os municípios possuem níveis de atendimento em água superiores à média brasileira (83% pelo SNIS 2014).

Tratamento
Há seis anos, Blumenau contava com um índice de cobertura de 5% de todo o esgoto tratado na cidade. Atualmente, o município possui uma cobertura de 33% do tratamento de afluentes com previsão ainda para este ano de elevar este índice para 37%. Para isso, a Prefeitura, por meio do Samae, está trabalhando na revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) com o objetivo de incrementar significativamente a melhoria no tratamento.

Com isso, o Executivo vai iniciar uma série de encontros com a comunidade de todos os bairros da cidade para unificar as informações que vão nortear os trabalhos de revisão do plano. A proposta da Prefeitura é discutir com a população sobre os fatores prioritários para o saneamento, entre eles o abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem e manejo da águas pluviais e urbanas, incluindo ainda a limpeza urbana e o manejo dos resíduos sólidos.

Além da revisão do PMSB, entidades da cidade, entre elas a Odebrecht Ambiental e a Prefeitura, estão com o Programa Rio Limpo Começa na Nossa Casa. A iniciativa, já em fase de execução no município, busca a melhoria do tratamento do esgoto em todas as regiões. Através do programa, profissionais identificados estão visitando as residências para realizar o controle da qualidade do esgoto sanitário de cada imóvel.

São testes feitos com corantes colocados nas peças sanitárias para verificar se os afluentes estão sendo direcionados para tratamento junto às Estações de Tratamento de Esgoto. Por isso, além da verificação, com o programa, a população terá orientações sobre como fazer corretamente a destinação dos esgotos e canalização da água da chuva. A proposta é despertar a consciência da comunidade para a preservação dos recursos híbridos no município.

Com os trabalhos efetivados no município pela Odebrecht Ambiental com o apoio do Samae, mais de 10.477 residências já contam com a ligação de esgoto, como os bairros Vorstadt, Centro, Vila Nova, Fortaleza, Garcia, Jardim Blumenau e Victor Konder, por exemplo.

Assessor de Comunicação: Joni César 



postada em 28/03/2016 14:38 - 4378 visualizações



Fotos
  • Foto: Marcelo Martins
  • Foto: Marcelo Martins
  • Foto: Marcelo Martins