Google+


Procon avança em defesa do consumidor sobre a cobrança de energia elétrica
Celesc deverá fazer nova aferição dos medidores dos consumidores que abriram processo.

A Celesc deverá fazer a aferição dos casos apresentados pelos procons do Estado para verificar o aumento do valor cobrado nas faturas de energia elétrica dos contribuintes. A decisão foi tomada na quinta-feira, dia 7, em Florianópolis, com a participação dos órgãos de defesa do consumidor e também do Ministério Público (MP). No processo, estão 1.200 casos abertos contra a distribuidora de energia elétrica.

Com a decisão da nova aferição, a Celesc deverá visitar a residências de alguns consumidores em todo o Estado para verificar os medidores sem ônus aos contribuintes. Durante este período, as faturas permanecerão suspensas para cobranças. Caso as análises realizadas pela distribuidora estejam corretas, o consumidor receberá a informação para o pagamento das faturas suspensas, podendo parcelar em seis vezes, sendo uma entrada de 33%.

De acordo com o coordenador do Procon de Blumenau, André Moura Cunha, as visitas serão baseadas nos processos abertos em todo o Estado contra a empresa, levando em conta os autos de constatação apresentados pelos órgãos de defesa do consumidor. “Em Blumenau contamos atualmente com 230 reclamações. Estamos avançando na busca de respostas para garantir o direito do contribuinte”, diz.

 

Assessor de Comunicação: Joni César



postada em 08/02/2019 16:30 - 345 visualizações



Fotos