Google+


Prefeitura viabiliza abertura de Agência Comunitária dos Correios na Vila Itoupava
Município assumiu todos os custos para garantir o retorno do serviço.

Iniciou na segunda-feira, dia 20, o atendimento da nova Agência Comunitária dos Correios na Vila Itoupava. O serviço havia sido interrompido pelo Governo Federal em agosto do ano passado e seu retorno só foi possível após a Prefeitura efetivar convênio com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, assumindo todos os custos da operação.

Na época, após o anúncio do fechamento, a administração municipal ainda fez reuniões com os representantes do órgão e articulou o apoio da Câmara Municipal de Vereadores e de parlamentares da bancada federal para que a medida fosse revertida, mas a presidência dos Correios não cedeu aos apelos e manteve o fechamento da antiga agência própria.

Porém, como medida compensatória, a Prefeitura buscou e conquistou a Agência Comunitária dos Correios, que está localizada na Intendência Distrital da Vila Itoupava. O atendimento é realizado das 8h às 12h e das 13h às 17h. "Vamos seguir com nossa política de descentralização, valorizando as comunidades do interior. O serviço dos Correios é fundamental para os moradores pela condicionante geográfica da Vila Itoupava, com grande distância do centro da cidade. Sem o mesmo, eles teriam que se locomover para fora do distrito para terem acesso às suas correspondências", comemora o prefeito Mario Hildebrandt.

Antes da reabertura da agência, os moradores eram obrigados a percorrer cerca de 15 km até a unidade própria dos Correios da Itoupava Central, e em alguns casos, até agências da região central. Além da distância do núcleo urbano da Vila Itoupava até o centro de Blumenau ser de 25 km, muitos moradores da área rural do Distrito tinham que percorrer um trajeto ainda maior.  Isso porque o maior público da agência da Vila Itoupava são idosos e pessoas que residem no interior, considerando que o distrito está instalado em uma região do município que mantém de forma destacada o viés econômico da produção agrícola.

A Agência Comunitária pelo contrato não prestará serviços do Banco Postal, para evitar movimentação financeira a fim de garantir a segurança dos servidores e moradores, evitando assaltos. Neste início de atividades, estão sendo ofertados os serviços de entrega de correspondências e encomendas. Num segundo momento, serão ativadas as postagens de cartas e malotes, serviço reivindicado especialmente pelos empresários da região.

Assessor de Comunicação: Odair José da Silva



postada em 23/01/2020 16:10 - 763 visualizações



Fotos