Google+


Boletim Coronavírus Blumenau - 2/9/2020
Saiba mais em www.blumenau.sc.gov.br/coronavirus

Blumenau registra 131 óbitos por Coronavírus
Blumenau registrou nesta quarta-feira, dia 2, mais um óbito em decorrência do Coronavírus (Covid-19).  A vítima foi um homem com 89 anos, hospitalizado no dia 23 de agosto e com registro de doença pregressa.

A cidade soma ainda 11.972 casos confirmados de Coronavírus. Ontem, dia 1º, a cidade havia registrado 26 novos casos da doença. Ao todo, a Prefeitura de Blumenau já realizou 44.474 testes para Covid-19. Entre os casos positivos, 442 pacientes estão em tratamento. Destes, 411 encontram-se com estado de saúde estável, em isolamento domiciliar e sendo monitorados pela Secretaria de Promoção da Saúde.
Outros 61 pacientes encontram-se hospitalizados, sendo 36 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 25 em enfermaria, entre casos confirmados e suspeitos de Blumenau e região. Destes na UTI, 24 pacientes são de Blumenau (19 confirmados e 5 em análise) e 12 pacientes da região (todos confirmados). Já em enfermaria são 23 de Blumenau (12 confirmados e 11 em análise) e 2 da região (todos confirmados).
O município contabiliza também 11.399 casos de pessoas que já passaram pelo período de isolamento e não apresentaram novos sintomas, considerados como recuperados.

A Prefeitura de Blumenau destaca a importância de manter o isolamento social, nos casos em que as pessoas podem se manter em casa. Além disso, o poder público reforça as medidas de segurança, que incluem o uso de máscara sempre que sair de casa e a higienização frequente das mãos, com água e sabão ou álcool em gel.


Prefeitura adota medidas para mitigar os efeitos da pandemia no transporte coletivo de Blumenau

Em reunião na manhã desta quarta-feira, dia 2, Prefeitura de Blumenau, Sindicato da Classe, Agir e empresa concessionária do Transporte Coletivo de Blumenau discutiram e avaliaram a situação da operação na cidade diante dos prejuízos causados pela pandemia do Coronavírus. Um dos pontos principais abordados foi a queda de arrecadação da empresa, que nos últimos cinco meses atuou apenas 29 dias, mais os cinco dias desde o último retorno em 25 de agosto.

Segundo informações transmitidas pela concessionária, que buscou na Justiça o ressarcimento dos valores não arrecadados durante a pandemia, o juiz Raphael de Oliveira e Silva Borges, da 1ª Vara da Fazenda Pública, de Acidentes do Trabalho e Registros Públicos da Comarca de Blumenau expediu uma decisão em que a Prefeitura deveria em um prazo de 30 dias, juntamente com a concessionária, buscar uma solução definitiva para que o transporte coletivo de Blumenau volte à operar dentro da normalidade possível diante do cenário atual.

Considerando a decisão judicial e mesmo com o impacto nas contas do município gerados pela queda do movimento econômico associado à pandemia, principalmente com a iminente queda de arrecadação, que pode chegar a R$ 175 milhões este ano, a Prefeitura de Blumenau se comprometeu a repassar o valor de R$ 5 milhões para a empresa concessionária, a Blumob. Serão feitas duas parcelas de R$ 2,5 milhões. O repasse será encaminhado à Câmara de Vereadores, via Projeto de Lei.

A sugestão da Administração Municipal é que este valor seja aplicado para pagamento de salários dos colaboradores da empresa, tendo em vista que muitos motoristas, cobradores e demais funcionários foram bastante prejudicados com a suspensão da operação. Por sua vez, a Blumob se comprometeu a estudar a ampliação de horários do transporte coletivo.

Estiveram presentes na reunião que definiram estas ações, o Prefeito de Blumenau, Presidente da Câmara, Chefe de Gabinete, Procurador Geral do Município, secretário de Trânsito e transportes, representante da Blumob, representantes da Agir, sindicato e o coordenador da comissão que discute a situação na Prefeitura, Éder Boron.

Retorno do transporte coletivo

A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (Seterb), retornou com o transporte coletivo no dia 25 de agosto. A operação iniciou com escala especial para atender exclusivamente nos começos e fins de manhã e tarde, com regras rígidas para prevenir o contágio pelo Coronavírus.

O horário especial tem como objetivo também evitar a circulação de pessoas que não necessitam do transporte para trabalho ou assuntos médicos, além de levar em consideração a capacidade de atendimento da empresa, tendo em vista a queda de arrecadação da mesma durante a pandemia. O serviço estava suspenso em razão do decreto nº 792/2020 do Governo do Estado, que encerrou o prazo de suspensão no dia 24 de agosto.

Nesta primeira semana entre os dias 25 e 31 de agosto, excetuando os fins de semana que não há operação, o transporte coletivo registrou 57.977 passageiros, com uma média de 11.595 usuários. Este dado representa 11,5% da média diária que era registrada antes da pandemia. Estes números geram mínimos patamares de receita a empresa, mas que são insuficientes para cobrir a totalidade dos custos da operação.

Grandes cidades enfrentam a crise no setor

Os impactos da pandemia do Coronavírus do setor do transporte público são visíveis em todas as grandes cidades de Santa Catarina. Joinville e Florianópolis, por exemplo, retomaram as atividades de acordo com a liberação por parte do Governo do Estado e mediante situação na Matriz de Avaliação de Risco Potencial. Ambas enfrentam situações semelhantes a de Blumenau, com relação ao déficit de passageiros e prejuízo das concessionários, agravados devido à pandemia.

Em Florianópolis, o consórcio responsável pelo transporte no município alertou sobre o risco de colapso imediato dos serviços, além disso, cobra da prefeitura o reequilíbrio econômico do contrato. Para a continuidade dos serviços até o final do ano, uma planilha de custos foi apresentada, apontando que serão necessários R$ 47 milhões, incluindo salários e materiais, para manter os ônibus circulando.

Na maior cidade do Estado, Joinville, as empresas que prestam o serviço no município conseguiram uma liminar que obriga a prefeitura a compensar os prejuízos causados durante a pandemia. No mês passado, o município chegou a propor o repasse de R$ 7,5 milhões para compensar parte dos prejuízos, mas logo voltou atrás, desistindo da proposta.

 

Em decorrência da Pandemia do Coronavírus, Blumenau segue com entrega de Kits Alimentação Escolar
Na semana entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro, a Prefeitura de Blumenau, seguirá entregando os Kits Alimentação Escolar. Assim como as demais entregas, cada Kit contém alimentos de base seca, produtos da agricultura familiar.

Confira abaixo a programação da entrega:

Quinta-feira, dia 3

 

CEI Jose Dickmann

Passo Manso

CEI Profª Elzira Hornburg

Passo Manso

CEI Wally Serena Brandes

Passo Manso

EBM Annemarie Techentin

Passo Manso

CEI Erica Braun

Água Verde

 

Alô Saúde Blumenau oferece atendimento virtual

A comunidade pode contar com atendimento virtual, sem sair de casa, por meio do Alô Saúde Blumenau, em dois canais de comunicação. Pelo telefone 156, opção 2 ou no canal de Whatsapp, no telefone (48) 4042-0330.

Os atendimentos pelo 156, opção 2, acontecem de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h e contam com a parceria dos formandos do curso de medicina da Furb e suporte de profissionais médicos do Município.

O canal de Whatsapp conta com apoio de Inteligência Artificial para organizar a triagem de pacientes com sintomas do Coronavírus. Se houver necessidade, os casos suspeitos são encaminhados para uma consulta por meio da telemedicina (lei federal 13.989/2020), que pode ocorrer por chamada de vídeo, chat ou chamada de áudio. Os serviços de orientação funcionam 24 horas por dia. Já as consultas por meio da telemedicina acontecem de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. 

 

Central de Monitoramento

A Central de Monitoramento possui uma linha de atendimento para receber ligações da população, de segunda a sexta, das 7h às 19h, por meio do telefone 3381-6588. Neste número será possível esclarecer dúvidas sobre o monitoramento e outros procedimentos envolvendo cuidados e afastamento decorrentes da Covid-19 em Blumenau. As dúvidas sobre os resultados dos exames seguem pelo telefone 3381-7200.

 

Ambulatório da Vila Germânica registra 53 atendimentos 

Nesta quarta-feira, dia 2, 53 pessoas procuraram o Ambulatório de Atendimento para Casos Suspeitos de Coronavírus, no Setor 3 do Parque Vila Germânica, com 41 testes realizados no local.  

Os atendimentos seguem das 7h às 19h e a orientação é para que pessoas com sintomas gripais como febre persistente, mal-estar, coriza, tosse e congestão nasal busquem o local. Quem tiver esses sintomas aliados à dificuldade de respirar, deve procurar atendimento em um pronto-socorro. Já para os casos com sintomas leves, como coriza e febre baixa, a recomendação é permanecer em casa, evitando deslocamentos e contatos desnecessários. 



postada em 02/09/2020 18:32 - 1642 visualizações



Fotos