Google+


Boletim Coronavírus Blumenau - 05/05/2021
Saiba mais em www.blumenau.sc.gov.br/coronavirus

Blumenau registra 3 novos óbitos por Coronavírus

Blumenau registra mais três óbito, somando agora 494 mortes por Coronavírus no município. Foi confirmada na última terça-feira, dia 4, a morte de um homem de 58 anos que estava hospitalizado desde 28 de abril. Na quarta-feira, dia 5, foi registrada a morte de uma mulher de 82 anos que estava em UTI desde o 1º de maio e uma de 56 anos, que estava hospitalizada desde o dia 4 de maio. Todos tinham comorbidades.

Nesta quarta-feira, dia 5, o município registrou 95 novos casos da Covid-19. Destes, seis pacientes foram por meio de teste tipo RT-PCR, dez por meio de testes rápidos e 77 de antígeno, além de dois por teste sorológico. O teste de antígeno para Covid-19 é rápido e capaz de detectar a proteína do nucleocapsídeo viral do SARS-CoV-2. 

Com os novos casos, Blumenau soma 51.429 confirmados para a Covid-19 com 50.383 pacientes já recuperados, com um saldo atual de 552 pacientes em tratamento: 48 estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 28 na enfermaria e 476 em isolamento domiciliar.

Até o dia de hoje, a Prefeitura contabiliza em Blumenau 494 óbitos em função do vírus, com o falecimento de uma mulher de 82 anos com comorbidades, nesta quarta-feira, dia 5. Ela estava hospitalizada na UTI desde o dia 1º de maio.

Blumenau já chegou à casa dos 177.529 testes realizados para a Covid-19, com 579 exames efetivados somente no dia de hoje. Além disso, durante esta quarta-feira, nos hospitais, o atendimento chegou à casa dos 432, sendo que 100 pacientes apresentaram síndrome gripal. Nos Ambulatórios Gerais, foram realizadas 533 consultas (219 somente no Ambulatório de Referência da Vila Germânica) com um total de 345 exames coletados.

Investigação e internados

Dos casos em investigação, Blumenau está com 14 pacientes com quatro deles internados na UTI e um na enfermaria. Em relação aos internados (confirmados e em análise), o município contabiliza um total de 58 pacientes na UTI, sendo 48 de Blumenau (47 confirmados e um em análise) e dez da região (nove confirmados e um em análise), com a taxa de ocupação dos leitos da UTI na cidade é de 61,7% em relação à capacidade máxima, com 94 leitos ativos, e 87,9% em relação a capacidade atual de ocupação (66 leitos). 

O total de internados nas enfermeiras chega a 39 pacientes, 30 deles de Blumenau (27 confirmados e três em análise) e nove pessoas oriundas da região (todos confirmados), sendo que a taxa de ocupação da enfermaria está na casa dos 22%. 

Em Blumenau, o Coronavírus se destaca principalmente nos pacientes com idade entre 30 a 39 anos, seguidos pelos mais novos na faixa etária de 20 a 29 anos e também pessoas entre 40 a 49 anos. Ainda em relação aos confirmados, os dados apontam que a população feminina é a mais atingida até agora, com 28.226 mulheres contra 23.203 homens.

A Prefeitura de Blumenau destaca a importância de manter o isolamento social, nos casos em que as pessoas podem ficar em casa. O poder público também reforça as medidas de segurança, que incluem o uso de máscara sempre que sair de casa e a higienização frequente das mãos, com água e sabão ou álcool em gel.

Blumenau já aplicou 90.050 vacinas entre 1ª e 2ª doses

Nesta quarta-feira, dia 5, foram aplicadas 921 vacinas da primeira dose (56.820 imunizados até o momento) e 390 vacinas da segunda dose (33.230 imunizados). O município segue as determinações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde (MS) e as deliberações do Governo do Estado. Com a chegada de novas remessas de imunizante a prefeitura vai divulgando em seus canais oficiais (site e redes sociais) os grupos prioritários que podem se vacinar conforme o Plano Municipal de Imunização. Blumenau já aplicou 90.050 vacinas entre 1ª e 2ª doses.

Central de Monitoramento

Os profissionais da saúde que atuam na Central de Monitoramento Covid-19 fazem ligações aos pacientes com diagnóstico positivo para Coronavírus de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Alô Saúde Blumenau oferece atendimento virtual

A comunidade pode contar com atendimento virtual, sem sair de casa, por meio do Alô Saúde Blumenau, pelo telefone 156 (opção 2). As pessoas que precisarem de atendimento psicológico, contam com serviço virtual oferecido por psicólogos da Semus. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h – por meio do link https://med.lectorlive.com/semus.

Ambulatório da Vila Germânica e AGs tem horário de atendimento modificado

Desde terça-feira, dia  4, a Central de Referência para Casos Suspeitos de Coronavírus, localizado no Setor 3 do Parque Vila Germânica volta a atender de segunda a sexta-feira, das 7h até às 22h e aos sábados e domingos, das 7h às 19h. O local é referência na região central da cidade para demandas relacionadas à Covid-19.

Desde o início da pandemia, mais de 47,2 mil atendimentos já foram feitos no local. A procura pelo serviço tem diminuído nos últimos meses, em março foram 230 consultas por dia e em abril esse número diminuiu para 190. A mudança do horário tem por objetivo otimizar o serviço e distribuir as equipes para dar suporte nas demais unidades de saúde.

Atendimento Rápido Covid-19

Durante a semana, o atendimento rápido Covid-19 segue sendo oferecido nos Ambulatórios Gerais da Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. No AG Escola Agrícola, o atendimento a estas demandas ocorre em horário habitual, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Atendimento Clínico

De segunda a sexta-feira, o atendimento de casos clínicos não relacionados Covid-19 é oferecido nos AGs Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), das 7h às 24h. Nos AGs do Centro, Escola Agrícola e Badenfurt o atendimento a estas demandas não relacionadas ao Coronavírus acontece nos dias de semana, das 7h às 21h.

No fim de semana, o atendimento de casos clínicos, não relacionados ao Coronavírus seguem sendo oferecidos no AG Velha e AG Garcia aos sábados, das 7h ao 12h. Demandas que não sejam de urgência/emergência podem ser direcionados às duas unidades.

A atuação dos AGs em horário diferenciado tem por objetivo garantir que o diagnóstico seja feito sem que haja a necessidade de buscar os pronto-socorros, especialmente nos Hospitais Santo Antônio e Santa Isabel, onde o atendimento é priorizado para situações mais graves.



postada em 05/05/2021 19:35 - 1944 visualizações