Google+


Blumenau divulga novas medidas restritivas para enfrentamento do Coronavírus
Objetivo é reduzir a propagação do vírus na cidade

A Prefeitura de Blumenau, por meio de uma coletiva de imprensa realizada de forma on-line nesta segunda-feira, dia 27, divulgou as novas medidas restritivas para o enfrentamento da Covid-19. As alterações têm o objetivo de chegar ao equilíbrio para ter mais adesão e melhorar os resultados em relação à redução da circulação com restrição das atividades essenciais e não essenciais no município.

 

A principal mudança consiste em restringir o horário de funcionamento dos serviços e atividades privadas essenciais, com exceção da saúde, e das não essenciais, das 10h às 17h de segunda a sexta-feira. A maioria dos segmentos não funcionará durante o final de semana.

 

Desta forma, atividades não essenciais como comércio em geral, salão de beleza, pet shop, centros comerciais e shoppings centers, bares, cafeterias, tabacarias e adegas, por exemplo, poderão funcionar das 10h às 17h, durante a semana. A exceção vale para prestadores de serviço autônomos como jardineiros, limpadores de piscina, cozinheiros, faxineiros, empregados domésticos, encanadores, entre outros.

 

Serviços privados essenciais de alimentação como padarias, confeitarias, açougues e peixarias, com atendimento das 10h às 17h de segunda a sexta-feira e nos demais períodos sem consumo no local (as pessoas podem comprar e levar) e por delivery.

 

Para as atividades consideradas essenciais, como lojas de material de construção, agropecuárias, oficinas mecânicas e auto centers, auto elétricas, manutenção de climatização e refrigeração e serviços de cartório, por exemplo, está permitido o funcionamento com horário reduzido para atendimento ao público, também das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira.

 

Os mercados, supermercados, farmácias, mercearias, feiras livres, açougues, peixarias, postos de gasolina, padarias, panificadoras e cafeterias, por exemplo, poderão funcionar com horário livre. Porém, o consumo no local só é permitido das 10h às 17h, também de segunda a sexta-feira. Apenas nos sábados (igreja adventista) e domingos (demais religiões) serão permitidos a realização de cultos e missas, desde que obedecendo as restrições de capacidade.

 

Durante os finais de semana, as atividades relacionadas à alimentação poderão funcionar somente no formato de delivery, com a retirada no balcão proibida. Desta forma, comércio ou até mesmo as atividades essenciais, deverão permanecer fechadas aos finais de semana.

 

Os serviços considerados essenciais de saúde, conforme decreto, não se sujeitam a horário ou limitação de atendimento. Vale destacar que as novas medidas têm validade de 14 dias, a partir desta terça-feira, dia 28, com avaliação ao final do período. O serviço público não essencial segue suspenso, também, até o dia 10 de agosto. Além disso, novas medidas podem ser definidas, para além do decreto, com base na evolução diária do Coronavírus em Blumenau.

 

Também seguem suspensas a circulação de veículos do transporte coletivo urbano municipal e intermunicipal de passageiros, bem como a circulação de veículos de fretamento para transporte de pessoas, exceto nos casos expressamente autorizados pela Seterb.

 

A circulação de pessoas idosas ou integrantes do grupo de risco, exceto para a realização de atividades consideradas essenciais, aglomeração de pessoas em qualquer ambiente, seja público ou privado, interno ou externo seguem suspensas por tempo indeterminado.

 

A realização de festas em residência com pessoas que não as residentes do domicílio, o consumo de bebidas alcoólicas no interior e arredores das lojas de conveniências situadas nos postos de combustíveis, cinemas, teatros, eventos e shows também seguem sem data prevista para retorno.

 

De acordo com o Secretário de Promoção da Saúde, Winnetou Krambeck, é dever da população auxiliar na fiscalização das ações. E, no caso de irregularidades, as denúncias devem ser feitas por meio do 199.

 

Oktoberfest 2020 será cancelada

Desde 1984, este será o primeiro ano sem a maior festa alemã das Américas. A Prefeitura de Blumenau anunciou na tarde desta segunda-feira, dia 27, o cancelamento da edição de 2020. Neste contexto, também foi cancelada a festa de Réveillon deste ano. A decisão foi tomada devido ao aumento dos casos de Coronavírus (Covid-19) na cidade e no país, apontando a permanência dos cuidados nos próximos meses. O tom foi de lamento considerando a importância da Oktober e do Réveillon para a cidade, mas de reconhecimento dos sacrifícios que precisam ser feitos pela garantia da saúde.

 

A Oktoberfest Blumenau 2020 aconteceria de 7 a 25 de outubro. No fim do mês de maio, a Prefeitura havia divulgado o adiamento para o mês de novembro, dos dias 11 a 29, com reavaliação da situação da pandemia de Coronavírus até agosto. No entanto, a organização decidiu ainda em julho pelo cancelamento, tendo em vista o aumento nos casos e mortes em função da pandemia de Coronavírus na cidade, estado e em todo o país.



postada em 27/07/2020 15:17 - 9972 visualizações



Fotos
  • Foto: Marcelo Martins