Google+


Ouvidoria terá canal exclusivo para atendimento de maus tratos a animais
Denúncias poderão ser feitas pelo número 156, digitando primeiro a opção 1 e em seguida a opção 2.

A partir desta quinta-feira, dia 22, a Ouvidoria da Prefeitura de Blumenau contará com um canal exclusivo para o atendimento de denúncias de maus-tratos a animais domésticos e atendimento médico veterinário a animais errantes. As denúncias passarão a ser feitas pelo telefone 156, escolhendo incialmente a Opção 1 e depois a Opção 2. O atendimento estará disponível de segunda a segunda, das 8h às 18h.

O novo atendimento contará com a regulação de uma equipe especializada que ficará responsável pela avaliação da denúncia e de dar o encaminhamento necessário. O número estará disponível mesmo durante as férias coletivas e será uma medida permanente adotada pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

“A implementação dessa central de regulação tem o objetivo de agilizar o atendimento às demandas de proteção aos animais, uma vez que cada caso será analisado diretamente pela equipe especializada e dado o respectivo encaminhamento”, ressaltou a vice-prefeita Maria Regina Soar.

Em 2022, a Ouvidoria da Prefeitura abriu 1.272 protocolos, sendo 1.179 denúncias de maus tratos a cães e gatos e outros 63 relacionados a atendimento de urgência e emergência gerados diretamente no Cepread.

"É importante lembrar que o Cepread não é um órgão de recolhimento de animais de rua. Ele existe para dar assistência veterinária a animais errantes bem como para promover conscientização sobre a adoção consciente e posse responsável. É dessa forma que o novo ramal da Ouvidoria vai trabalhar”, ressaltou o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Jefferson Voigtlaender.

Já as denúncias de maus tratos que serão apuradas pela fiscalização ambiental, devem vir acompanhadas do maior número de informações possíveis, endereço do local, bem como descrever a situação dos maus tratos em detalhes e se possível encaminhar fotos e vídeos, estas ações são necessárias para que o fiscal consiga verificar in loco a ocorrência e realizar as providências cabíveis.



postada em 21/12/2022 09:00 - 988 visualizações



Fotos