Google+


Apan/Eleva/Blumenau encara desafio duplo contra o Taubaté
O primeiro encontro será nesta sexta-feira, em inédita participação da equipe na Copa Brasil.

Foto: Raphael Guilherme Moser

A Apan/Eleva/Blumenau tem mais um desafio fora de casa, dessa vez a equipe de Blumenau encara o Taubaté, pela Copa Brasil de Voleibol. O confronto acontece na próxima sexta-feira, dia 15, às 19h, no interior paulista. No domingo, as equipes se reencontram. Desta vez pela terceira rodada do returno da primeira fase da Superliga Banco do Brasil, às 21h30, no mesmo local, com transmissão da SporTV 2 para todo o Brasil.

Por ser um dos times mais vencedores do voleibol brasileiro, o favoritismo é de Taubaté, que possui pelo menos seis jogadores da Seleção Brasileira, incluindo o levantador Bruninho. Mas o time blumenauense entra em quadra para tentar quebrar esse tabu, pensando em vitória e na vaga para semifinal da Copa Brasil. A competição reúne os oito melhores times da primeira fase da Superliga e é um atalho para a participação no Sul-Americano. O técnico André Donegá destaca a entrega do time. “Sabemos da dificuldade, mas vamos lutar por esse feito grandioso”, afirma.

O vencedor do confronto fará a semifinal contra o Vôlei Renata, que na noite de quarta-feira superou o Vôlei Itapetininga por 3 sets a 2. Com o objetivo de preservar a saúde dos envolvidos, e aumentar a segurança biológica da competição, a fase final da Copa Brasil masculina de vôlei 2021 vai ocorrer entre os dias 11 e 12 de fevereiro, no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), em formato de bolha.

O adversário e o time

A força do saque do adversário e o sistema de ataque com eficiência de 60% vai exigir da Apan um trabalho de recepção equilibrada e um ataque certeiro, sem muita margem para erros, sendo agressivo o tempo inteiro. Para o confronto de domingo, com o mesmo Taubaté, mas pela Superliga, a definição do time que inicia dependerá do desgaste dos atletas, mas Donegá ressaltou que todos os jogadores estão em condições de atuar. “A ideia é também disputar com força máxima”, completou.

A partir da próxima segunda-feira, dia, 18, com a seqüência de nove jogos em casa, a tendência é que muitas destas situações sejam reduzidas. “Contra Itapetininga ainda teremos pouco tempo de trabalho”, alerta o treinador.



postada em 14/01/2021 14:49 - 176 visualizações



Fotos
  • Foto: Raphael Guilherme Moser