Google+


Memória Digital: Reynaldo Manzke
Mestre na pintura de paisagens e temáticas marinhas foi um dos iniciadores do uso da técnica do espatulado.

Mestre na pintura de paisagens e temáticas marinhas, Reynaldo Manzke foi um dos iniciadores do uso da técnica do espatulado. Era também um dos grandes observadores da natureza e teve como missão retratar os costumes e tradições dos povos e a vida simples dos brasileiros. Eternizou uma época, deixando para as futuras gerações um retrato dos caboclos e caiçaras do Brasil antigo. Nasceu em Blumenau, teve seus primeiros estudos no convento Santo Antônio, tendo como professor de desenho e pintura o mestre frei Genésio Hansen. Mais tarde aperfeiçoou-se em São Paulo e Rio de Janeiro, dedicando-se ao óleo sobre tela e especialmente ao gênero da aquarela. Sua primeira exposição individual foi em São Paulo, em 1939, repetindo em 1945, 1946 e 1948. Possui vários prêmios no Salão Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro e do governo de São Paulo. Participou da primeira edição da Bienal de São Paulo em 1951. Foi orientador de pintores como Durval Pereira e Rios Pinto. Seus quadros podem ser encontrados em galerias de colecionadores particulares no Brasil e no Exterior, como Alemanha, Estados Unidos, Canadá, França, Inglaterra, Israel, Itália, Líbano e nas pinacotecas de Jundiaí e São Carlos. Reynaldo foi membro de júri em várias exposições oficiais em São Paulo, São Bernardo do Campo, Santos, Marília e Taubaté. Foi fundador da Associação Paulista de Belas Artes. Mantinha escola de aperfeiçoamento artístico no próprio ateliê, na Praça da Sé, em São Paulo, e também ateliê em Blumenau, na Rua Henrique Avé Lallemant, atualmente Rua Reynaldo Manzke. (Fonte: Secretaria Municipal de Cultura de Blumenau / Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / Acervo iconográfico: Fundo Privado – Famílias Ilustres – M – Manzke)



postada em 10/06/2021 16:41 - 235 visualizações



Fotos