Google+


Memória Digital: Natal
A Coroa do Advento tornou-se símbolo nas casas dos cristãos no século XVI.

A origem da Coroa do Advento está vinculada às tradições dos luteranos da Alemanha Oriental. No século XVI, tornou-se símbolo do advento nas casas dos cristãos. Este uso difundiu-se rapidamente entre os protestantes e os católicos, mais tarde sendo espalhado pela América do Norte. A Coroa do Advento é constituída por um grande anel feito com folhas de abeto (usa-se também o pinheiro e o louro). É pendurada com quatro fios vermelhos que decoram a coroa. Pode também ser colocada em cima de uma mesa. Ao redor da coroa são colocadas quatro velas, presas aos ramos, formando um círculo. A cada domingo acende-se uma delas. As velas representam as várias etapas da salvação. Começa-se no primeiro domingo, acendendo apenas uma vela; e, à medida que vão passando os domingos, acendem-se as outras velas, até chegar o quarto domingo, que é quando todas devem estar acesas. Os ramos em círculo são de cipreste, de pinheiro ou de outra árvore ornamental. Esses ramos lembram a esperança cristã alimentada com a proximidade do Natal. O círculo não tem princípio nem fim. É sinal do amor de Deus que é eterno. Na imagem de 1962, vemos crianças da família Straus contemplando a Coroa do Advento. (Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Relações Institucionais de Blumenau / Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / Acervo iconográfico – Fundo privado – Famílias – Encaixe – Straus)



postada em 13/12/2021 14:35 - 277 visualizações



Fotos