Memória Digital - Casa Willy Sievert - Prefeitura de Blumenau Google+


Memória Digital - Casa Willy Sievert
Importante loja de departamento de Blumenau encerrou as atividades na década de 1990.

A Casa Willy Sievert, presente na memória dos blumenauenses, foi uma das mais importantes lojas de departamentos de Blumenau. O senso empreendedor de Willy fez com que, aos 30 anos, ele comprasse a loja “Arthur F. Hoeschl”, na qual trabalhava como balconista, e inaugurasse seu próprio negócio no dia 30 de outubro de 1933. Em consequência da rápida ascensão do negócio, o comércio começou a funcionar em prédio próprio (1939). Conhecido inicialmente pela venda de “secos e molhados”, o negócio diversificou seu estoque, oferecendo uma imensa variedade de produtos à sua clientela, tais como tecidos, confecções, louças, brinquedos, discos, rádios e acordeões. A edificação com características do estilo Art Deco foi tombada pelo Estado de Santa Catarina como Patrimônio Cultural Edificado em 31 de março de 2000, pelo Decreto 1.070, localizado na Rua 15 de Novembro, 1.526. A seção conhecida como discoteca Carlos Gomes, continuamente era ampliada e diversificada. A filmoteca, instalada a partir dos anos 1950 com filmes de 16 milímetros disponíveis para aluguel, representava a paixão do proprietário pela música e pelo cinema. O comércio de Willy Sievert encerrou as atividades na década de 1990. A partir de então, a edificação abrigou outros tipos de comércio. Na imagem, um anúncio publicitário publicado no Jornal A Nação do dia 2 de setembro de 1950.

 

Fonte: Fundação Cultural de Blumenau / Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / História Concreta – O Resgate do Patrimônio Cultural Edificado de Blumenau. Prefeitura Municipal de Blumenau. Secretaria Municipal de Planejamento Urbano



postada em 18/07/2018 08:37 - 112 visualizações



Fotos