Google+


Memória Digital: 200 anos de Dr. Blumenau
Enquanto o marido cuidava das demandas da colônia, Bertha Repsold dedicava-se a manter o lar da família agradável e aconchegante.

Bastante dedicada a sua família, Bertha Repsold, esteve sempre ao lado de seu marido. Dr. Blumenau passava o dia atarefado com as demandas da colônia, enquanto que Bertha dedicava-se a fazer de sua casa um lar aconchegante para eles e seus três filhos. Ela passava os dias cuidando do lar, preparando arranjos com flores colhidas de seu jardim e cuidando dos afazeres da casa. Na carta escrita pela filha Christine e publicada no ano de 1929, ela descreve que a mãe havia trocado a casa ampla em Hamburgo, onde morava com sua família, por uma bastante simples em Blumenau: “A nossa mãe sabia fazer agradável o ambiente em redor dela e ela se sentiu bem, apesar da solidão. Que vida feliz nós levamos neste lar, que era um paraíso para nós crianças, não só a casa, como tudo ao redor dela”. (Fonte: Secretaria Municipal de Cultura de Blumenau / Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / Blumenau em Cadernos, 1976, TOMO XVII, pág. 45)



postada em 08/11/2019 08:00 - 184 visualizações



Fotos