Google+


MAB recebe nesta quinta obras de Fernando Moleta
Artista visual paranaense busca representar em seu trabalho uma sociedade que possivelmente não exista.

A exposição do artista visual Fernando Moleta na 5ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB) questiona o que há entre o acima e o abaixo. Talvez não haja uma resposta, mas uma investigação por meio de trabalhos que partem de uma pós-verdade, um encontro com uma sociedade que não existe. Esta é recheada de ironias que ainda são tratadas como tabus atuais. Fernando as representa a partir de uma técnica quase ingênua, despretensiosa, mas que tem origem na "bad painting" (termo cunhado pela crítica Marcia Tucker nos anos 1970, em Nova York) e aqui encontra seu eco.

A mostra é uma das atrações da abertura das salas expositivas do MAB, nesta quinta-feira, às 19h, durante a conversa com os demais artistas expositores. A noite festiva oferece ao fiel público a apresentação em primeira mão das obras expostas nas cinco salas do museu. A programação contará com poesias e show musical com integrantes da Banda Municipal de Blumenau. A entrada é franca.

Narrativa visual

Fernando Moleta é artista visual e arquiteto e urbanista graduado na Universidade Federal do Paraná com parte da graduação feita na Università Degli Studi Roma Tre, com orientação de Francesco Careri. Também possui formação complementar em Poéticas e Narrativas Visuais. Atualmente faz parte do projeto permanente de desenvolvimento e experimentação em artes visuais do Sesc Paço da Liberdade, além de também participar do grupo de acompanhamento em artes visuais com Carla Chaim e Nino Cais. Vive e trabalha em Curitiba (PR).

Sua linha de pesquisa teórica e prática converge para o território plural da paisagem como desígnio humano. Dentro deste campo de possibilidades, Fernando apropria-se da trajetória da sua construção através da atuação do ser no espaço, utilizando-se de diversos meios, como instalação, performance, fotografia e pintura como canais de efetuação.

Saiba mais

5ª Temporada de Exposições
Abertura: quinta-feira, 8 de novembro
19h: conversa com os artistas expositores
20h: abertura, lançamento de livros, declamação de poema, apresentações artísticas e musicais
Visitas: até 17 de fevereiro, de terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: podem ser marcadas pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

As exposições
Festim: artista Giulia Bianchi, na Sala Especial
Liames: artistas Cristhina Bastos e Kyria Oliveira, na Sala Roy Kellermann
Gesto: artista Brisa Noronha, na Sala Elke Hering
EWÉ: artista Adilson Lopes, na Galeria Municipal de Arte/Sala Alberto Luz
O que há entre o acima e o abaixo?: na Galeria Municipal de Arte/Sala Alberto Luz
Vis-à-Vis: com a artista Cláudio Victral, na Galeria do Papel

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello



postada em 06/11/2018 17:20 - 96 visualizações



Fotos
  • Foto: Divulgação