Google+


Blumenau tem 73,5 mil pessoas imunizadas contra a gripe influenza
Mais de 33 mil pessoas ainda precisam buscar a vacinação na rede pública.

Foto: Eraldo Schnaider

Faltando menos de duas semanas para o término da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a rede pública de Blumenau vacinou 73.591 pessoas dos grupos de risco, o que representa 69% do contingente selecionado na cidade pelo Ministério da Saúde. A meta é vacinar ao menos 90% dos 106.641 cidadãos que integram os públicos prioritários da campanha.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica do município, as maiores coberturas foram registradas entre idosos (95,2%), professores (69,2%) e puérperas (67,8%). Em contrapartida, a procura pela imunização segue mais baixa entre gestantes (51,9%), crianças (55%) e trabalhadores da saúde (55,9%).

A secretária de Promoção da Saúde, Maria Regina Soar, pede novamente para que as pessoas que têm direito à vacinação na rede pública procurem uma das unidades de saúde com sala de vacina. “O frio chegou de vez e o vírus influenza está circulando em Blumenau. Por isso, precisamos elevar ainda mais o índice de cobertura, sobretudo entre crianças, gestantes e trabalhadores da área da saúde”.

Segundo Maria Regina, pela terceira semana consecutiva os sete Ambulatórios Gerais da cidade realizarão a imunização contra a gripe até às 21h. “Estamos adotando o horário estendido desde a segunda semana de maio para facilitar o acesso à vacinação dos cidadãos que não têm disponibilidade durante manhã e tarde”. Embora a campanha prossiga oficialmente até o dia 1º de junho, a secretária lembra que, em virtude do feriado do Corpus Christi e do ponto facultativo do dia seguinte, não haverá atendimento nas unidades de saúde na quinta e sexta-feira da semana que vem. Portanto, as pessoas devem providenciar a imunização até quarta-feira, dia 30.

Podem procurar a vacinação gratuita idosos com mais de 60 anos; crianças maiores de seis meses e menores de cinco anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores das redes pública e privada; povos indígenas; e portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais. A vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses e cidadãos com histórico de reação alérgica grave à proteína do ovo.

Casos confirmados de vírus influenza
Até o momento, a Vigilância Epidemiológica de Blumenau teve a confirmação de 11 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada pelo vírus influenza, dos quais dez moradores da cidade (todos com H1N1) e uma residente de Rodeio que estava internada no município (H3N2). Um desses pacientes, que tinha 54 anos, era morador do bairro Itoupavazinha e apresentava comorbidades (existência de outras doenças simultâneas), veio a óbito.

Atualmente, técnicos da Prefeitura de Blumenau e da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive) investigam a morte de uma criança de um ano, tendo em vista a sua proximidade com outras duas crianças que testaram positivo para o vírus e necessitaram de tratamento hospitalar.

 

Assessor de comunicação: Felipe Elias



postada em 22/05/2018 09:08 - 254 visualizações



Fotos
  • Foto: Eraldo Schnaider