Google+


Central de Libras traduz ao vivo primeira cirurgia de baixa complexidade
Paciente da Policlínica solicitou o serviço de intérprete para se comunicar com a equipe médica.

Foto: Marcelo Martins

Na manhã desta sexta-feira, dia 19, aconteceu a primeira cirurgia de baixa complexidade com tradução simultânea de um intérprete de Libras na Policlínica Lindolf Bell, em Blumenau. O serviço é prestado pela Central de Libras da Associação Blumenauense de Amigos dos Deficientes Auditivos (Abada) por meio de convênio com a Prefeitura.

O procedimento durou 40 min e o serviço de tradução ocorreu por chamada de vídeo. De acordo com a central, o paciente já utilizou o serviço outras vezes, em consultas na rede pública. “O uso da ferramenta é muito importante, já que antes e durante o procedimento nós precisamos tirar dúvidas, como por exemplo, se o paciente possui alguma alergia à medicação. Isso traz mais segurança e tranquilidade, tanto para a equipe como para o paciente, já que permite a comunicação no momento do procedimento com ajuda da intérprete”, explicou a técnica de enfermagem Suelen de Oliveira Haag, que acompanhou o atendimento.

Na Central de Libras, o atendimento foi comemorado. “O surdo tendo intérprete no procedimento, ele tem a mesma qualidade de comunicação e informação que um paciente ouvinte, isso é equidade!. Esse é um momento único que a acessibilidade oportuniza à comunidade surda e eu comemoro, pois esse é nosso objetivo”, declarou a intérprete que acompanhou o atendimento, Suelen Godoi.

A prefeita em exercício, Maria Regina Soar, também comemorou a novidade. “Disponibilizamos este serviço desde 2020, com o objetivo de ampliar a acessibilidade aos serviços municipais para quem tem deficiência auditiva. Incluir é dar autonomia às pessoas, é o paciente não precisar ir a uma consulta acompanhado de um familiar para conseguir se comunicar com o profissional que vai lhe atender. Hoje, com a parceria da Central de Libras, qualquer setor da Prefeitura está apto a atender e se comunicar com quem procura os nossos serviços”.

Com o convênio celebrado entre o município e a Abada, a central pode ser acionada, em um atendimento da Assistência Social; ou ainda em qualquer serviço das Praças do Cidadão e do Empreendedor. Também pode ser solicitada por uma secretaria de escola ou CEI para intermediar o atendimento a alunos e suas famílias, entre outros exemplos. 

São três intérpretes disponíveis de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h. Para utilizar o serviço, tanto o servidor municipal como o usuário do serviço, pode entrar em contato com a instituição. Os telefones são (47)9241-9719 ou (47) 99768-0404.

Assessora de Comunicação: Aline Franzoi Santos Fleith



postada em 19/08/2022 15:15 - 546 visualizações



Fotos
  • Foto: Marcelo Martins