Google+


Reunião define medidas para melhorar a trafegabilidade no Centro
Na ocasião, foram elencadas ações para evitar situações como a desta terça-feira, dia 12.

Foto: Michele Lamin

Uma reunião foi realizada na manhã desta quarta-feira, dia 13, no Gabinete do prefeito Mário Hildebrandt, para discutir a trafegabilidade na região central de Blumenau, após os engarrafamentos registrados no fim de tarde e noite desta terça-feira, dia 12. Além do prefeito, participaram do encontro secretários municipais, membros da Guarda Municipal de Trânsito e a equipe de Desenvolvimento Urbano, que atua diretamente no planejamento viário da cidade.

De acordo com avaliação, os fatores primordiais que contribuíram para o trânsito intenso foram o volume de chuva que caiu sobre o município, a grande movimentação no comércio gerada pelo Dia dos Namorados e dois carros quebrados em via pública que aguardavam pela chegada de guinchos, além de seis acidentes com vítimas ocorridos no intervalo entre 18h30 e 19h30, nos quais agentes da Guarda de Trânsito tiveram que se deslocar para prestar atendimento.

Prontamente, o Seterb acionou guardas que estavam fora do plantão e estendeu a jornada de agentes que estavam em final de expediente. Com suporte da Central de Videomonitoramento, os profissionais atuaram nos pontos mais críticos visando dar mais agilidade ao tráfego. Além disso, a autarquia deu total prioridade ao transporte coletivo, não liberando os corredores exclusivos para veículos de passeio. Todas as ações foram tomadas em conformidade com o Plano de Mobilidade Urbana.

Medidas imediatas
Durante a reunião, os profissionais elencaram medidas de contingência a serem tomadas imediatamente para evitar situações como a registrada nesta terça-feira. A principal delas é intensificar o trabalho da Guarda Municipal de Trânsito nos cruzamentos e nas marcações de áreas de conflitos, popularmente conhecidas como boxes amarelas, aplicando o Código de Trânsito Brasileiro. “Grande parte dos relatos da Guarda de Trânsito é que houve congestionamentos em cruzamentos, também ocasionados pelo desrespeito de motoristas à sinalização”, constatou o prefeito. Além disso, ficou determinado que a Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) fará uma avaliação para rever a sinalização das obras em execução.

Planejamento
Ainda na ocasião, o prefeito Mário Hildebrandt reforçou a importância do Plano de Mobilidade de Blumenau. A prioridade é o transporte coletivo urbano, com a renovação da frota – 165 novos veículos já entraram efetivamente em circulação desde o ano passado – e a construção de dois novos terminais (Itoupava Central e Água Verde) interligando os bairros, inclusive com estacionamento para veículos para incentivar a utilização dos ônibus que acessam o Centro da cidade. “Por mês, são licenciados 700 carros, cerca de 10 mil por ano, fazendo com que nossa cidade tenha a maior frota de veículos de Santa Catarina. Por esse motivo, nosso objetivo é garantir um transporte coletivo de qualidade, e isso estamos fazendo”, disse Mário.

Além disso, o prefeito destacou as grandes obras que estão em execução e compõem o maior pacote de investimento simultâneo em mobilidade urbana da história de Blumenau, totalizando quase R$ 190 milhões. Nesse momento, cinco grandes obras geram algum impacto na trafegabilidade, mas que darão resultados e uma transformação significativa para a mobilidade na cidade. São elas: o prolongamento e a duplicação da Rua Humberto de Campos, o prolongamento da Rua Chile, a recuperação das ruas General Osório, Bahia e República Argentina e a implantação do corredor de ônibus da Rua Itajaí. Hildebrandt lembrou também da Ponte Norte-Sul, que proporcionará ligação para o bairro Ponta Aguda. A licença ambiental do projeto já está aprovada.

Outra importante medida citada pelo prefeito é a viabilização do Plano de Segurança Viária. O projeto consiste no levantamento das atuais condições de trânsito e segurança viária de Blumenau e no diagnóstico dos equipamentos existentes atualmente para o monitoramento. Com base nisso, será realizado um projeto para a implantação da Central de Controle de Operações (CCO) e efetuada a compra de equipamentos modernos para o monitoramento do tráfego, formando assim o Sistema de Gestão de Trânsito. Entre as medidas que garantirão a realocação da Guarda de Trânsito está a colocação de semáforos no entorno de unidades educacionais, fazendo com que os agentes possam atuar em pontos críticos de tráfego e emergências.

 

Assessor de comunicação: Felipe Rodrigues



postada em 13/06/2018 11:10 - 836 visualizações



Fotos
  • Foto: Michele Lamin