Google+


Prefeitura de Blumenau decreta luto oficial de três dias pela morte do ex-deputado Álvaro Correia
Vereador entre 1972 e 74, Correia teve três mandatos como deputado estadual e foi também presidente do Seterb

O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, decretou na manhã desta quinta-feira, dia 12, luto oficial de três dias pela morte de Álvaro Correia. Deputado estadual por três mandatos e ex-vereador, Correia tinha 90 anos e será velado na Capela Frei Edgar, no Cemitério São José, das 11h às 19h. O corpo será cremado.

Álvaro Correia nasceu em 7 de março de 1933 em Brusque, onde viveu a infância. Estudou na escola em Itajaí, Gaspar e concluiu o ginásio no Colégio Sagrada Família, em Blumenau. Em 1948, começou a trabalhar na Linhas Círculo e, na sequência, assumiu o Departamento de Correios e Telégrafos em Gaspar.

Destacou-se como jornalista, foi 12 anos diretor de esportes e notícias da Rádio Nereu Ramos e trabalhou ainda nos jornais O Gaspar, Lume, A Tribuna e A Nação, além de ter sido correspondente dos jornais O Estado de São Paulo e Gazeta Esportiva.

Iniciou a carreira política já nos anos 1970, sendo um dos fundadores do MDB em Blumenau. Em 72, foi eleito vereador e assumiu a função de líder do prefeito Félix Theiss. Dois anos depois, foi eleito deputado estadual, onde ficou por mais três mandatos seguidos. Nesse período, foi vice-presidente da Alesc e, entre os projetos de destaque dele como deputado estão a criação da Polícia Rodoviária Estadual e da Polícia Feminina de Santa Catarina.

Depois de deixar a Assembleia, trabalhou no governo Dalto do Reis, em 1986, e no governo do Estado, durante o mandato de Casildo Maldaner. Foi ainda presidente do Seterb no mandato de Renato Vianna nos anos 1990 e intendente distrital do Garcia no governo de Décio Lima.

Correia também foi ativo no Lions Clube Blumenau Cidade Jardim, sendo um dos sócio-fundadores. Foi casado com Isolde Schramm e teve três filhos: Álvaro Filho, Ana Lúcia e Luciana.



postada em 12/10/2023 11:03 - 986 visualizações



Fotos