Google+

História

O Seterb foi criado pela Lei Municipal nº 2.437, de 27 de março de 1979, como entidade autárquica subordinada ao Governo Municipal, dispondo de autonomia econômico-financeira dentro dos limites traçados na lei. Cerca de 25 anos depois, com a Lei Complementar nº 438, de 22 de dezembro de 2003, sua denominação passa a ser Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transportes de Blumenau.

A autarquia é o órgão gerenciador e fiscalizador do sistema de trânsito e transporte em Blumenau. No início concentrava apenas a administração do Terminal Rodoviário Prefeito Hercílio Deeke. Mas, a partir de 9 de dezembro de 1980, com a devolução às prefeituras do poder de decisão sobre aumentos tarifários - antes discutidos no Conselho Interministerial de Preços (CIP) - a autarquia, começa a analisar e a elaborar as planilhas de custo para atualização da tarifa de ônibus.

Em 1991, passa a gerenciar também os serviços de trânsito da cidade, assumindo a administração da Guarda de Trânsito, considerada a mais antiga do País (criada em 1955), e o Estacionamento Regulamentado - Área Azul, criado em 1984 por Decreto Municipal, e hoje regulamentado pela Leis Municipais nº 7.707 e nº 7.721 de 2012.

Atualmente o órgão também fiscaliza o transporte coletivo e individual, a instalação e manutenção da infraestrutura física necessária para o transporte dentro do município, a fiscalização da segurança e organização do trânsito. Até 2005 a autarquia também coordenava atividades de pintura e sinalização viária. Agora estes ofícios estão sob cuidados da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.

Atividades como administração da balsa de travessia sobre o rio Itajaí-Açu e o aeroporto de Blumenau também estão sob execução do Seterb.