Google+


Saúde emite 13,5 mil carteiras para manipuladores de alimentos em 2017
Documento é obrigatório para todos os profissionais que atuam com manejo de alimentos.

Em 2017, a Secretaria Municipal de Promoção da Saúde (Semus), por meio da Vigilância Sanitária e Ambiental, emitiu 13.560 carteiras de saúde, um aumento de 7% em relação a 2016. O documento é obrigatório para todos os profissionais que atuam, direta ou indiretamente, com manipulação de alimentos no município.

Anualmente, os manipuladores de alimentos de Blumenau precisam passar pelo processo de renovação da carteira de saúde, que abrange a realização de exame médico e participação em uma palestra. Somente no ano passado, foram promovidas 206 palestras, nas quais os participantes receberam orientações e instruções sobre o manejo adequado dos alimentos.

As capacitações ocorrem, atualmente, na Escola Técnica de Saúde (Etsus), localizada na Rua 2 de Setembro, 1.510, no bairro Itoupava Norte. Interessados em participar precisam solicitar o agendamento pelos telefones 3381-7764 e 3381-7779 ou pelo e-mail carteiradesaude@blumenau.sc.gov.br. Já os exames médicos são realizados no Centro Rosânia Machado Pereira, situado na Rua 2 de Setembro, 1.212, no bairro Itoupava Norte.

Novos procedimentos
Em agosto de 2017, a Semus ampliou as possibilidades para quem precisa obter a carteira de saúde, com o objetivo de desburocratizar e facilitar o processo de autorização para trabalhar com manipulação de alimentos. A partir da nova norma técnica, a Vigilância Sanitária do município passou a aceitar atestado médico emitido por serviço de saúde público e privado, desde que em conformidade com o regulamento.

Além disso, em substituição às palestras, o órgão está acatando certificado de treinamento concedido por entidade pública e privada. Neste caso, o curso precisa atender aos seguintes requisitos: ter conteúdo programático voltado à manipulação de alimentos; duração mínima de três horas; possuir registro em livro ata; e ser ministrado por profissional com habilitação vinculada à área de saúde ou alimentos.

Confira aqui a nova norma técnica.

 

Assessor de comunicação: Felipe Elias



postada em 07/02/2018 15:47 - 512 visualizações