Google+

Dia Mundial do Rim é marcado por atividades de saúde em Blumenau
Tema abordado neste ano é Doença Renal e Obesidade.

Neste dia 9 de março é celebrado do Dia Mundial do Rim e o tema deste ano é Doença Renal e Obesidade. Para marcar a data, a Secretaria de Promoção da Saúde de Blumenau será parceira da Associação Renal Vida em atividades de conscientização sobre uma vida saudável destinadas para a população e também para os profissionais que cuidam de pacientes renais em unidades da cidade.

As atividades serão realizadas hoje, dia 8, e sexta-feira, dia 10, na Renal Vida e na quinta-feira, dia 9, no Hospital Santa Isabel, com abordagens em psicologia, nutrição, educação física; e atendimentos como aferição de pressão arterial e de glicemia. No sábado, dia 11, os mesmos serviços serão oferecidos para a população no Parque Ramiro Ruediger, das 8h30 à 12h. Para chamar a atenção da população para a causa, o prédio da Prefeitura também será iluminado hoje e amanhã nas cores azul e vermelho.

De acordo com o médico Roberto Benvenutti, presidente da Associação Renal Vida de Blumenau, os números que relacionam doenças renais e obesidade assustam: a população de obesos entre usuários de planos de saúde e SUS aumentou 36% nos últimos sete anos. Ou seja, um de cada seis brasileiros estão obesos.

Ele explica que alguns fatores são determinantes nestes casos, como alterações significativas no padrão das dietas, com uma oferta calórica excessiva em porções cada vez maiores, associado à inatividade física. O sobrepeso e a obesidade causam múltiplas complicações: hipertensão arterial, diabetes, doenças articulares, depressão e baixa autoestima, doenças circulatórias, infarto do miocárdio, doenças do fígado, certos tipos de câncer e insuficiência renal, que muitas vezes requerem diálise e transplante. E o excesso de peso não afeta os rins somente de forma indireta mas também de forma direta, causando uma sobrecarga no órgão, encurtando a sua vida útil.

Em Blumenau cerca de 150 pacientes com doenças crônicas renais fazem hemodiálise semanalmente, totalizando cerca de 950 atendimentos por mês. Desses, 90% são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O diagnóstico e o tratamento precoces são as melhores estratégias de prevenção, principalmente em crianças. Existem evidências científicas de que a progressão da doença renal pode ser retardada, desde que detectada a tempo.

Assessora de comunicação: Marília Prado



postada em 08/03/2017 12:12 - 441 visualizações