Google+

Blumenau participa do Dia Nacional de Combate ao Aedes aegypti
Durante o dia, agentes entregarão material informativo e darão orientações em escolas.

Foto: Marcelo Martins

Nesta sexta-feira, dia 8, todo o país se une em prol do Dia Nacional de Combate ao Aedes aegypti. A mobilização tem como objetivo conscientizar a população sobre as formas de prevenção e eliminação do mosquito responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya. Durante o dia, equipes da Prefeitura de Blumenau entregarão material informativo e darão orientações em unidades de ensino. Esse trabalho vem ocorrendo desde o início dessa semana.

Atualmente, 36 servidores da Secretaria Municipal de Promoção da Saúde (Semus) atuam diariamente para eliminar criadouros e conter a presença do mosquito. Neste ano, eles já realizaram vistorias em mais dez mil imóveis, com a identificação de 85 focos do vetor.

Para esclarecer dúvidas e fornecer informações à comunidade, os agentes da Prefeitura têm realizado ações educativas em órgãos públicos, postos de saúde, entidades assistenciais e escolas. Nos últimos dois meses, cerca de 50 palestras ocorreram em locais onde há maior incidência do Aedes aegypti, além da distribuição de folders com orientações em todo o município.

Segundo a secretária de Promoção da Saúde (Semus), Maria Regina Soar, nesta época do ano há o aumento de focos de reprodução do mosquito. “Com a chegada do verão, teremos mais chuvas, o que favorece o aparecimento de criadouros. Em Blumenau, fazemos o monitoramento de dois mil pontos em diversas regiões para evitar a proliferação do vetor. No entanto, as medidas só serão eficazes se a população nos ajudar. Por isso, temos concentrado esforços em ações de conscientização dos mais novos aos mais velhos”, enfatiza.

Como eliminar os criadouros do mosquito
- Mantenha as calhas para água da chuva desentupidas
- Bloqueie o cano de sustentação da antena parabólica para que não acumule água em seu interior
- Guarde pneus velhos e outros objetos que possam acumular água em locais secos e abrigados da chuva
- Lave semanalmente, com escova, a parte interna dos tanques utilizados para armazenar água
- Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda
- Troque, semanalmente, a água dos vasos com plantas aquáticas e lave a parte interna do vaso com escova
- Plantas como bromélias devem ser evitadas porque acumulam água
- Mantenha a caixa d’água com a tampa completamente vedada. Retire a água acumulada na laje
- Elimine qualquer objeto que possa acumular água, como as partes de garrafas de vidro utilizadas em cima do muro
- Lave, com escova, os potes de comida e de água dos animais uma vez por semana, no mínimo
- Trate a água de piscinas com cloro e limpe-as uma vez por semana. Utilizar uma capa como cobertura não impede os focos do mosquito
- Coloque latas, tampas de garrafas, cascas de ovos e outras embalagens vazias em sacos plásticos bem fechados antes de descartá-los. Mantenha-os fora do alcance de animais até o recolhimento
- Mantenha os ralos vedados e desentupidos

 

Assessor de comunicação: Felipe Elias



postada em 07/12/2017 17:27 - 92 visualizações



Fotos
  • Foto: Marcelo Martins
  • Foto: Marcelo Martins