Google+


Trecho da Rua Humberto de Campos permanecerá interditado para veículos
Decisão tem como objetivo garantir a segurança da comunidade e dar mais agilidade à obra.

Foto: Karolina Bonin

Diante do surgimento de fissuras no asfalto que comprometem a segurança da comunidade, a Prefeitura de Blumenau definiu que a Rua Humberto de Campos, no trecho entre o Parque Vila Germânica e o Terminal da Proeb, ficará interditada para o tráfego de qualquer tipo de veículo. Após análise técnica, a Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) decidiu pela interrupção total do trânsito até o término das obras de instalação da galeria de drenagem.

Segundo o secretário de Infraestrutura Urbana, Régis Evaloir da Silva, além do aumento das rachaduras, o local possui uma tubulação de esgoto. “Além dos riscos que motoristas e pedestres correriam, a tubulação de esgoto poderia romper com o peso dos veículos na pista e o problema seria ainda maior. É uma decisão bastante difícil, mas que teve que ser tomada para não comprometer a obra e garantir a segurança da comunidade”.

Para agilizar o andamento dos serviços na localidade, o prefeito Napoleão Bernardes determinou que a empresa contratada também organize turnos de trabalho à noite. O vice-prefeito e secretário Executivo do Plano de Mobilidade e Projetos Especiais, Mário Hildebrandt, explica que a medida foi solicitada para acelerar a instalação da galeria pluvial e, com isso, viabilizar o quanto antes a liberação do trânsito. “No último sábado, as equipes trabalharam na obra e isso deve acontecer também em outros fins de semana. Nosso objetivo é concluir tudo no menor tempo possível e, por isso, pedimos que a empresa trabalhe também durante a noite. Liberar a pista logo, buscando afetar o mínimo possível os motoristas e também o comércio local, é uma de nossas prioridades e trabalharemos muito para isso”, ressalta. 

Corredor de ônibus pela Rua Almirante Tamandaré
Com a determinação técnica de que o trânsito fique interditado neste trecho da Rua Humberto de Campos, a Seinfra, juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e o Seterb, optou pela criação de um corredor de ônibus provisório pela Rua Almirante Tamandaré, entre a Rua Alberto Stein e a Praça do Estudante. Uma pista no sentido contrário ao atual fluxo será instalada e a passagem passará a contar com três faixas, duas no sentido Centro/bairro e uma no sentido oposto para os ônibus. Com a criação do novo corredor, a ciclovia que existe no local será temporariamente extinta. A pintura e sinalização da nova faixa devem ser concluídas nesta semana.

As linhas de ônibus atingidas pela interdição das obras são as 30, 31, 32, 707, 902, 903, 904, 501 e 901. Atualmente, o trânsito desses veículos, que seguem no sentido bairro/Centro, tem sido desviado para a Rua João Pessoa, seguindo pela Rua 7 de Setembro para acessar o Terminal da Proeb. Um ponto provisório foi instalado na Rua João Pessoa, entre as ruas Alberto Stein e Mariana Bronnemann, para o embarque e desembarque de passageiros.

Duplicação da Rua Humberto de Campos
Atualmente, o trecho entre o Parque Vila Germânica e o Terminal da Proeb abriga os serviços de implantação de galerias de concreto, que fazem parte da nova rede de macrodrenagem. Para a instalação dessas galerias, é necessária a abertura de uma vala de escavação com cinco metros de profundidade e seis de largura, que - com o grande volume de tráfego e as constantes chuvas - ocasionou a desestabilização do talude e as consequentes rachaduras no solo.

Além da macrodrenagem, a via terá alargamento de pista, implantação de novos passeios com acessibilidade, ciclovias, travessias de pedestres e cruzamentos semaforizados. Iniciada em agosto do ano passado, a obra está orçada em mais de R$ 18 milhões e tem prazo de 24 meses para a conclusão.

 

Assessora de comunicação: Karolina Bonin



postada em 05/02/2018 16:33 - 337 visualizações



Fotos
  • Foto: Karolina Bonin