Google+

Unidades de ensino do bairro Velha serão interditadas definitivamente
Decisão foi tomada para garantir segurança de alunos e professores, com base em parecer da Defesa Civil.

A Prefeitura Municipal de Blumenau, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da Secretaria de Defesa do Cidadão (Sedeci), anunciou nesta quarta-feira, dia 15, a interdição definitiva da Escola do Campo Orestes Guimarães e do Centro de Educação Infantil (CEI) Ricardo Manske, ambos localizados na Velha Grande. A decisão foi tomada com o objetivo de garantir a segurança de crianças e profissionais, tendo como base o parecer técnico emitido pela Defesa Civil de Blumenau, constatando que a região ainda apresenta risco de deslizamento próximo de ambas as unidades.

Os 76 alunos do CEI Ricardo Manske continuarão sendo atendidos pelo CEI Arão Rebello, também no bairro da Velha, enquanto a Prefeitura buscará um terreno seguro naquela região para a construção de uma nova sede para a unidade desativada. Já os 20 estudantes da escola Orestes Guimarães permanecerão no CAIC Arão Rebello. O município continuará disponibilizando o transporte para estes alunos.

O prédio da escola será transformado em um Centro de Referência ao Meio Ambiente e Desastres Naturais, que poderá ser utilizado apenas em dias sem chuva, com visitas pré-agendadas. O Centro servirá a toda a rede municipal de ensino, bem como aos projetos de educação ambiental e prevenção de desastres desenvolvidos pelo município.

Entenda o caso

Desde o dia 5 de março, quando uma forte chuva provocou ocorrências em toda a região da Velha Grande, o CEI Ricardo Manske e a Escola do Campo Orestes Guimarães ficaram impossibilitadas de funcionar, além da ONG Lar Bethel que também foi afetada. Equipes da prefeitura atuaram diariamente nos locais, executando a limpeza e realizando análises dos terrenos, para tentar viabilizar a reabertura.

No decorrer daquela semana, as unidades municipais foram interditadas temporariamente pela Defesa Civil, em função da previsão de novas chuvas e do potencial de deslizamento dos locais. Com isso, os alunos atendidos pelo CEI e pela escola foram transferidos e desde esta segunda-feira, dia 13, passaram a freqüentar o CEI e o CAIC Arão Rebello, respectivamente.

A ONG Lar Bethel retomou as atividades normais na terça-feira, dia 14, após a liberação da Defesa Civil.

Assessora de Comunicação: Aline Franzoi Santos Fleith



postada em 15/03/2017 10:49 - 345 visualizações