Google+

Investimentos para a região Norte da cidade ultrapassam R$ 31 milhões
Entre os investimentos, a retomada da construção do Dique da Fortaleza.

Foto: Marcelo Martins

A agenda de obras sociais e investimentos da administração pública para a região Norte da cidade, especificamente para os bairros Fortaleza e Itoupava Central, somam mais de R$ 31 milhões. Os recursos, provenientes de convênios firmados entre a Prefeitura e governos Federal e Estadual, através dos programas Badesc Juro Zero, Badesc III e Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), serão destinados às melhorias da infraestrutura daquela região, atendendo inclusive reivindicações antigas da comunidade, como é o caso da retomada das obras de construção do PI5 na Fortaleza (Dique do Fortaleza).

Em reunião com os mais de 25 integrantes do Rotary Club Fortaleza e com a presença de representantes da comunidade da região Norte, que também estão formando o Rotary Club Itoupava Central, na noite de terça-feira, dia 18, o prefeito Napoleão apresentou um balanço das novidades e incrementos financeiros que estão sendo destinados em benefício da população dos dois bairros. Além do secretário de Obras, Paulo França, que apresentou também ao grupo os detalhes finais para o início das benfeitorias locais, o encontro contou com a participação do responsável pela Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) César Botelho.

Napoleão Bernardes destacou obras importantes e que vão reverter a situação dos moradores da região Norte, em especial da população da Itoupava Central, como as obras de macrodrenagem da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Itoupava, que se encontram em fase de assinatura de contrato, num investimento de mais de R$ 500 mil. O projeto inclui o trecho desde a foz do ribeirão no Rio Itajaí-Açu e se estende por mais 1.500 metros de extensão.

 

Ribeirão Fortaleza

A apresentação contou também com a definição das obras de contenção de encostas da rua Dr. Pedrinho, num investimento de mais de R$ 600 mil, atendendo uma reivindicação antiga dos moradores. Napoleão Bernardes reforçou que o projeto executivo se encontra em fase de elaboração. Apresentou também a obra em execução da macrodrenagem da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Fortaleza, através de recursos provenientes do PAC, que vai trazer à região um investimento de quase R$ 10 milhões. As melhorias vão envolver um trecho de quatro quilômetros, desde o PI5, rua Dois de Setembro, além das imediações da rua José Puff.

Entre outras obras significativas, a agenda de compromissos da administração pública incluiu também outra reivindicação antiga dos moradores da região: a transposição do Córrego 7 de Maio. Serão mais de R$ 1,5 milhão investidos na construção de galeria de escoamento no segmento compreendido entre o córrego e o Ribeirão Fortaleza, incluindo trecho da rua Gustavo Lueders, numa extensão de 150 metros. O início das obras está em fase de liberação dos recursos já garantidos pela Caixa Econômica Federal (Caixa) para iniciar a licitação.

O prefeito Napoleão Bernardes destacou ainda outras obras em parceria com o Governo Federal, como a recuperação da rua Theodoro Passold, a ligação da rua São Sebastião com a rodoviária e a Rua 30 de Outubro, benfeitorias que vão consumir R$ 4,5 milhões. Durante o encontro, o destaque ficou por conta da construção do Terminal Norte, o sétimo a ser construído na cidade. Num investimento que ultrapassa R$ 800 mil, os trabalhos se concentram atualmente na elaboração do projeto executivo.

O PI5 na Fortaleza, mais conhecido como Dique da Fortaleza, será entregue à comunidade ainda neste primeiro semestre de 2014. A garantia foi oficializada pelo prefeito no encontro, com o reinício das obras nos próximos dias. Neste período, a Prefeitura investe quase R$ 900 mil e encerra definitivamente uma história de contradições que se arrasta desde 1995 em Blumenau.

 

Assessor de Comunicação: Joni César



postada em 19/02/2014 15:59 - 577 visualizações



Fotos
  • Foto: Marcelo Martins
  • Foto: Marcelo Martins
  • Foto: Marcelo Martins