Google+

Blumenau recebe a Exposição Janelas da Alma
Coleção fotográfica é composta por dez imagens da mesma janela.

O projeto “Janelas da Alma” é um ensaio fotográfico artístico e inédito, criado em outubro de 2015 pela paulistana Andréia Maria Ferrari, conhecida no meio artístico por Dhéia Ferrari. A coleção que ela traz a Blumenau é composta por dez imagens da mesma janela, porém capturadas sob várias perspectivas, resultando em visuais abstratos e contemporâneos. As obras estão na 4ª Temporada de exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB), que abre nesta quinta-feira, dia 14, na Fundação Cultural de Blumenau. A entrada é franca.

A programação de abertura da temporada começa às 19h com a conversa com os artistas selecionados para o evento. Representando Santa Catarina, Sonia Beltrame traz a instalação “Quem não cuida de si que é terra, erra/Firmar-lhe a vida em atadura, dura”. A gaúcha Ana Mähler se utiliza da pintura na exposição “Lapidações”; de Curitiba (PR) as artistas Claudia Lara, Giovana Casagrande e Leila Alberti, através de objetos e bordado estarão presentes com a exposição “Segredos que habito”; de São Paulo o artista Edu Silva traz a mostra “Rupturas” e Dhéia Ferrari a exposição fotográfica “Janelas da Alma”.

Durante a festa, o público poderá conhecer Experimento: Revelação fotográfica através da retina, com Ivan Schulze, e Paisagem Sonora, com Alexandre Venera. Também haverá declamações de poetas e escritores representantes da Sociedade Escritores Blumenau (SEB) e Academia de Letras de Blumenau (ALB), além da apresentação da Banda Municipal de Blumenau.

A visitação pode ser feita até 22 de outubro, de terça-feira a domingo, das 10h às 16h. Visitas mediadas podem ser marcadas pelo telefone 3381-6176.

Sobre a artista
Dhéia Ferrari nasceu em São Paulo, no Bairro da Lapa, onde ainda reside. Ao retornar ao Brasil, após sua temporada de cinco anos no Exterior, deu inicio a sua trajetoória artística. Em 2005, teve a primeira mostra coletiva de pintura na Galeria do Senac, em São Paulo, e posteriormente participou de exposições coletivas em galerias e salões de arte.

Em 2015, despertou seu interesse por fotografias, empregando os mesmos conceitos da abstração na captação das imagens. Seus trabalhos fotográficos já foram expostos no Brasil e na Europa, com duas Menções Honrosas, três obras fotográficas em acervo no Museu da Cidade de Aveiro/Portugal e uma no acervo do Museu da Imagem e do Som de Maceió (AL).

 

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 



postada em 12/09/2017 14:14 - 556 visualizações



Fotos