Google+

Bairro Vila Nova

Vila Nova

Foi criado pela Lei nº. 717, de 28 de abril de 1956, na administração de Frederico Guilherme Busch Junior. Recebeu este nome por ser uma área que começou a ser habitada mais recentemente. Um dos primeiros moradores foi Theodoro Holtrup, que implantou o primeiro loteamento em 1924. No ano seguinte foi aberta uma rua denominada de São Francisco. E 5 de maio de 1953 recebeu nova denominação, passando a se chamar de rua Theodoro Holtrup.
A rua principal do bairro denominou-se de Joinville, através do Decreto Lei nº. 68 de 18 de agosto de 1942, na administração de Afonso Rabe. Uma rua conhecida como Gustavo Salinger passou a ser denominada de Almirante Barroso, pelo mesmo decreto Lei nº. 68. A rua Madeira passou a ser denominada Almirante Tamandaré, através do decreto Lei nº. 68 de 18 de agosto de 1942. 

O Beco Wehmuth passa ter o nome de rua Imarui em 1972, pela Lei nº. 1.839. A área mais baixa do bairro recebe, com certa freqüência, enxurradas e inundações. O ribeirão do Tigre teve sua canalização iniciada em meados da década de 1980, quando o diretor do DNOS era o blumenauense Paulo Oscar Baier. Até a presente data, a referida obra não se encontra concluída.

Nos principais corredores de serviços está em desenvolvimento um intenso comércio, bem como a paisagem urbana, hoje com intensa verticalização. 

Na rua Casemiro de Abreu se encontra a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), fundada em 25 de março de 1965, por José Ferreira da Silva. Anteriormente, a instituição estava instalada no bairro Garcia, nas imediações do Colégio Estadual Santos Dumont. 

Em 16 de julho de 1970 foi fundada a Paróquia Imaculada Conceição.

 

Links Relacionados

Perfil Completo da Vila Nova
Mapa da Vila Nova